A haute-couture sobrevive em Paris

expressão significa alta-costura. Porém, em termos de produtos, jamais poderá ser traduzida - pois é uma definição exclusivamente parisiense, assim como o champagne, de uma região da França

27 de janeiro de 2020

Desfile de Gaultier no adeus à haute-couture

Desfile de Gaultier no adeus à haute-couture
Desfile de Gaultier no adeus à haute-couture

Desfile de Gaultier no adeus à haute-couture

 

Há muito tempo que o mercado fala do fim da ‘haute-couture’, algo inventado pela moda francesa. O termo define peças que são costuradas totalmente à mão, requinte técnico, complementos artesanais e mil outros detalhes. Caso não obedeçam esses critérios (estabelecidos pela Câmara de Alta-Costura Francesa, desde 1945) uma peça não pode ser vendida como ‘haute-couture’.
Traduzido, o termo significa alta-costura. Porém, em termos de produtos, jamais poderá ser traduzido – pois é uma definição exclusivamente parisiense, assim o ‘champagne’ que define o vinho de uma região da França.

Com tantas exigências e preços altíssimos (um ‘tailleur’ simples de ‘haute-couture’ pode custar 50 mil euros, ou seja, R$250 mil), muitos achavam que o assunto iria morrer. Porém, com os ricos cada vez mais ricos, a ‘haute-couture’ até se expandiu.
Nesse mês de janeiro, as 31 ‘maisons’ que ainda trabalham o assunto desfilaram em Paris. Infelizmente, a criatividade caiu e o ambiente de sonhos que seus desfiles despertavam não aconteceu. A nota simbólica da temporada foi o adeus do Jean Paul Gaultier à ‘haute-couture’ com um megadesfile de 200 peças.

VAIVÉM

O calendário fashion de 2020 vai ser agitado. A Minas Trend acaba de confirmar a data de sua realização para o período de 21 a 24 de abril, no Expominas, em Beagá. Com isso, será aberta a temporada de lançamentos para o verão 20 \ 21. Uma prévia será realizada na Vest-Rio (no inicio do de abril), depois vem os salões paulistanos (no final daquele mês). Haja fôlego.

O estilista Ronaldo Fraga será homenageado em Beagá pela escola de samba Canto da Alvorada – uma das mais tradicionais no Carnaval da capital. Além dos fashionistas, a turma da cultura se movimenta para prestigiar o estilista-poeta com uma ala que fechará a apresentação. Merecido.
***

Além da moda nova invernal, as marcas de atacados de Beagá também inovaram no modo de se comunicar com os lojistas, realizando palestras sobre o novo varejo fashion e fidelização do cliente. Entre as palestras mais concorridas, estavam a da grife Skunk (com a Janaina Ortiga) e da Frutacor (como Xavier Neto). Bacanésimo!

PONTO FINAL

Quem gosta de moda deve ficar ligado no tapete vermelho do Oscar, que acontece no dia nove de fevereiro – e será transmitido integralmente pela TNT. É o ponto alto do ano em termos de ‘moda das estrelas’. Com alguns acertos e muitos erros, é divertido também. Anote.