Lingua Portuguesa

Língua Portuguesa

7 de agosto de 2021

Foto: Agência Brasil

Ao Globo de norte a sul

P – Uma dúvida que me ocorreu hoje ao escrever “minha última resposta ao O Globo”. Eu poderia escrever assim: minha última resposta ao Globo? S. F. B., Rio de Janeiro/RJ.

R – Há variações. A primeira é desconhecer o artigo definido que possa existir no nome do jornal, na razão social da empresa ou no título de uma obra, como é o caso de: O Estado do Paraná, A Gazeta Mercantil, O Globo, Os Lusíadas, Os Sertões, A Divina Comédia. Esse artigo fica incorporado à preposição anterior, não sendo escrito em maiúscula:
Na minha última resposta ao Globo, mencionei esse caso. – Vi sua foto no Globo. – Dirigiu-se por e-mail à Gazeta Mercantil. – Apreciamos os artigos publicados pelo Estado do Paraná que você nos encaminhou. – Estivemos na Gazeta na semana passada. – O professor não aceitou cópia dos Lusíadas nem da Divina Comédia.

A segunda possibilidade – mais usada em obras literárias do que em jornais – é separar a preposição daquele artigo que faz parte do nome próprio: Os alunos se debruçaram sobre a lexicografia de Os Sertões. – O professor pediu que ela encontrasse tal figura de linguagem em Os Lusíadas. – Vi sua foto em A Gazeta Mercantil. – Dirigiu-se por e-mail a O Globo.

O uso do apóstrofo, embora seja uma opção prevista no Acordo Ortográfico (2009), não é moderno: Vi sua foto n’O Globo.

Centro-Sul

P – Na expressão centro-sul do Brasil, esse centro-sul é maiúsculo ou minúsculo? Pois tenho visto região Centro-Sul, Região Centro-Sul, Centro-sul e finalmente centro-sul. Afinal, qual é a forma correta? Paulo Roberto Ribeiro, Lavras/MG

R – Segundo a norma oficial de 1943, corroborada no Acordo Ortográfico, os pontos cardeais (mas não suas abreviaturas) são escritos em minúscula:

O casal de idosos viajou de norte a sul dormindo em barraca. – Os gafanhotos invadiram as plantações do oeste do Paraná.

Entretanto, levam a inicial maiúscula ao designar um espaço geográfico delimitado (nas palavras do Acordo: “pontos cardeais ou equivalentes, quando empregados absolutamente” – Base XIX, 2º, g):

Minha prima gaúcha quer morar no Nordeste. – Por que a mídia ocidental tem tanto interesse em estigmatizar o Oriente como uma região violenta? – Estivemos no Centro-Sul do Brasil.

Neste último caso, entendo que Sul, o segundo elemento da palavra composta, também deve ser escrito com inicial maiúscula.

E a palavra região? Como a norma oficial não toca especificamente neste detalhe, é difícil falar em certo/errado. Acaba-se por aceitar tanto uma quanto outra forma. A minúscula parece mais lógica relativamente à regra estabelecida e menos poluidora do texto: Minha prima gaúcha quer morar na região Nordeste.

O uso da maiúscula considera as duas palavras como um todo, o que lhe dá mais destaque: Estivemos na Região Sul e gostamos especialmente de Florianópolis.

MARIA TEREZA DE QUEIROZ PIACENTINI Diretora do Instituto Euclides da Cunha e autora dos livros ‘Só Vírgula’, ‘Só Palavras Compostas’ e ‘Língua Brasil – Crase, pronomes & curiosidades’ – www.linguabrasil.com.br