Lingua Portuguesa

Afim e outras dúvidas de vocabulário

Por Prof. Anderson Jacob Rocha

27 de fevereiro de 2021

A fim, afim. Quando você quer dizer que tem vontade de fazer algo ou quer dar ideia de finalidade/objetivo, use a fim de, que por ser locução é invariável: Saiu mais cedo a fim de resolver os negócios pendentes. Estou a fim de um chope. Afim se refere àquele que apresenta afinidade, semelhança, relação (de parentesco); é adjetivo mais comumente usado no
plural: Isso não deve constar no parágrafo porque não é matéria afim. Relacione neste quadro só os assuntos afins. João e Maria são afins.

A expensas = às expensas. Armou um batalhão a expensas suas. O rapaz, universitário, vive às expensas do pai. A palavra expensas, que significa despesas, custos, é usada apenas nesta locução, que equivale a por conta de, à custa de ou às custas de. Até pouco tempo atrás só se admitia a construção com a (e não às) na língua culta, mas o uso se impôs – o dicionário Houaiss registra as duas formas em condição de igualdade.

Caracteres, caractere, caráter. O plural caracteres serve tanto para caráter quanto para caractere, que têm a mesma origem (do grego charaktér: marca, sinal, traço); só varia a escrita por deliberada intenção de diferenciar as áreas de uso: nas artes gráficas e na informática, a palavra caractere é usada para indicar uma letra, algarismo, sinal de pontuação, um dígito numérico ou determinado símbolo:

Precisou conhecer cada caractere antes de trabalhar no programa. Estudou os caracteres chineses por pura curiosidade. Já caráter é mais abrangente: denomina o traço distintivo, a marca característica de uma pessoa ou coisa, o conjunto de traços psicológicos e morais, a firmeza moral e honestidade de alguém, sua índole, natureza, temperamento:
Seu caráter dócil atrai amigos. Já se mostrava mau-caráter quando passou a conviver com maus-caracteres.

Propositalmente = propositadamente O menino riscou a parede propositalmente. Foi propositadamente que ela disse tais bobagens. Ambos os advérbios se formam dos adjetivos proposital e propositado, que são sinônimos; significam “de propósito, intencionalmente”. Não há razão para condenar propositalmente, como alguns manuais de português o fazem.

MARIA TEREZA DE QUEIROZ PIACENTINI Diretora do Instituto Euclides da Cunha e autora dos livros ‘Só Vírgula’, ‘Só Palavras Compostas’ e ‘Língua Brasil – Crase, pronomes & curiosidades’ – www.linguabrasil.com.br