Gastronomia Destaques

Resultado do 13º Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal será anunciado no dia 20 de outubro

11 de outubro de 2021

Foto: Reprodução.

Uma festa para os sentidos. Este foi o clima do julgamento dos concorrentes ao prêmio de melhor Queijo Minas Artesanal de 2021. O evento foi realizado na quarta-feira, 6, no restaurante escola do Senac Minas, no Centro de Belo Horizonte . O corpo de 35 jurados era bem diverso, composto por profissionais de várias áreas, mas com uma característica em comum, pois entendem muito quando o assunto é queijo. Com as iguarias dispostas lado a lado, foi possível perceber as muitas nuances de cores, texturas, aromas e sabores, que variam em função do clima e do solo de cada região, além das técnicas de produção, passadas de geração a geração.

A comissão organizadora do 13º Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal recebeu 133 inscrições, das oito regiões caracterizadas como produtoras do Queijo Minas Artesanal (Araxá, Campo das Vertentes, Canastra, Cerrado, Serras da Ibitipoca, Serra do Salitre, Serro e Triângulo Mineiro). Foram inscritos também queijos dos municípios de São João Evangelista, Guanhães, Entre Rio de Minas e Porteirinha, que estão fora das regiões caracterizadas, mas todos são registrados junto ao Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA).

O Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal é promovido pelo Governo do Minas, por meio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, com o objetivo de estimular a produção de queijos de qualidade, promover a divulgação entre consumidores e incentivar a legalização das queijarias.

A competição foi realizada em duas fases. Na etapa regional, na parte da manhã, foram avaliados, separadamente, por região, todos os queijos inscritos. Os que obtiveram maiores pontuações de cada grupo foram selecionados para a etapa estadual, durante a tarde, que contou com 39 exemplares. Nesta fase final, o júri técnico, formado por estudiosos da produção queijeira e por profissionais com ampla experiência na área, avaliaram os queijos sem saber a que região pertenciam.

“Os jurados recebem os queijos apenas com uma numeração, sem determinar quem são os produtores. São avaliados cinco quesitos, como a apresentação visual (formato e cor), a consistência, a textura, o aroma e o sabor”, explicou a coordenadora técnica estadual da Emater-MG, Maria Edinice Soares.

Os vencedores do 13º Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal serão conhecidos no dia 20 de outubro, em um evento virtual, que será transmitido pelo canal da Emater-MG no YouTube, às 10 horas.