FolhaPlay

Roteiros da Fé – Abertura

11 de julho de 2020

– O projeto Roteiros da Fé é composto pelas paróquias de Matriz Senhor Bom Jesus dos Passos, com a Igreja de São Francisco; o Santuário Santo Anibal Di Francia (Educandário); a Capela de São Vicente (dentro do Lar dos Idosos); a Capela do Colégio Imaculada Conceição (CIC). Pela paróquia Matriz de São Benedito com a Igreja de Nossa Senhora do Rosário; a de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro; Capela São Miguel (Cemitério Municipal).

Também a paróquia São José, a paróquia de Nossa Senhora Aparecida, que tem como igrejas a de Santos Reis e Santa Luzia e a Capela do Carmelo São José. Ainda a paróquia de Nossa Senhora da Penha, que tem a Capelinha Centenária da Penha (patrimônio histórico tombado); a de São José do Valinho e a Capela da Santa Casa e Santo Antonio de Pádua.

Ainda compõem o roteiro as paróquias de São Luis Montfort; a paróquia de Nossa Senhora de Fátima que tem a igreja da Sagrada Família; a paróquia de Nossa Senhora das Graças que conta com a igreja de Santa Rita e a paróquia de São Judas.

A única igreja, dentro deste primeiro momento da série, que fica na zona rural é a Capela Bom Jesus da Lapa, na Usina Rio Grande, como forma de agradecimento ao violonista Celso Faria, uma vez que a edificação daquela igreja foi feita por seu avô Domiciano Fernandes da Silveira e sua avó Ponciana de Souza Silveira.

O Santuário da Penha é um monumento de Passos

Conta a história que Monsenhor José Maria Matias tinha o sonho de construir uma igreja em homenagem a Nossa Senhora da Penha. Em agosto de 1947, este sonho começou a se realizar. As obras duraram várias décadas e sua conclusão só aconteceu em 1986.

Hoje o belíssimo e imponente templo de fé é um dos cartões postais da cidade, de vários ângulos da cidade, avista-se sua cúpula brilhante que chama a atenção de todos. Sua beleza é registrada por diversos fotógrafos e já foi capa de inúmeras revistas, tornando-se, no mês de julho, a imagem que ilustra o novo projeto gráfico da Liturgia Diária, publicação da Editora Paulus, com circulação no Brasil e em Portugal, e que está presente em quase todos os templos católicos dos dois países.
Sua arquitetura teve inspiração em elementos da arquitetura neogótica europeia.

Os vitrais do início da construção proporcionam uma atmosfera de tranquilidade no interior do templo. Em 2014, foram feitos 19 painéis com passagens bíblicas pintados sobre azulejos e paredes do Santuário de Nossa Senhora da Penha. O trabalho foi feito pelo arquiteto Marco Aurélio Funchal.

Os painéis marcaram à época o aniversário de 150 anos da Capela de Nossa Senhora da Penha e os 66 anos de elevação da paróquia à condição de santuário, celebrados em agosto de 2014. A Capelinha centenária é um bem tombado pelo Patrimônio Histórico e em breve terá o seu vídeo aqui no projeto Roteiros da Fé.

O Santuário de Nossa Senhora da Penha é avistado de vários pontos da cidade. É escolha certa de vários passenses de todos os bairros para cerimônias de casamento, batizado e até apresentações de teatros em seu espaço externo.