Folha Motors

Adeus, Troller: Ford anuncia fim da marca cearense de jipes 4×4 em setembro

FOLHA MOTORS

12 de agosto de 2021

Ford anunciou que não permitirá continuidade do jipe T4. Foto:/ Reprodução.

Chegou o fim de linha para a Troller. Após meses de tratativas com interessados na compra da marca de jipes 4×4, a Ford comunicou aos funcionários que vai encerrar as atividades em setembro. Assim, mesmo que a venda a fábrica de Horizonte, na região metropolitana de Fortaleza (CE), a Troller não poderá continuar no mercado, nem o SUV T4

Quem não gostou nenhum pouco da decisão foi o governo do Ceará. Em nota divulgada nesta terça-feira (10), o Secretário do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), o engenheiro Maia Júnior, criticou a decisão da Ford. Ele se disse surpreso, já que as negociações para a venda da Troller estavam avançadas e caminhavam para um acerto.

“A Ford informou que a decisão corporativa foi de seguir com a venda da Troller sem negociar a marca e o design de produtos. Ou seja, diferentemente do que foi anunciado em janeiro deste ano”, criticou a Sedet.

Segundo Maia Júnior, o diretor institucional da Ford no Brasil, Rogério Goldfarb, informou a decisão por telefone na noite anterior.

No caso da Troller, o governo do Ceará estava mediando a venda da marca. Dessa forma, participa de conversas entre a Ford e os investidores interessados na aquisição da fábrica. Segundo Maia Junior, de início, havia quatro empresas na disputa, mas apenas duas continuaram em negociação com a fabricante norte-americana.

26 anos

Fundada em 1997, a Troller rapidamente se destacou no mercado com modelos durões no 4×4 de estilo autêntico, como a picape Pantanal, feita entre 2006 e 2007. Foi neste último ano que a montadora cearense foi comprada pela Ford. Desde então, a marca do oval azul atualizou o T4, que passou a usar componentes de modelos como o EcoSport.

De início, esperava-se que, além da fábrica de Horizonte, a Ford fosse negociar os direitos de uso da marca Troller por algum tempo – até que a nova direção pudesse desenvolver uma nova plataforma para os carros. Entretanto, a cúpula da montadora nos EUA decidiu por não ceder as patentes. Hoje, a fábrica de Horizonte tem 400 funcionários.

Aos atuais donos de T4, a Ford informa que vai manter a produção de peças por mais dois meses. Dessa forma, a fábrica de Horizonte seguirá em atividade até novembro. Depois disso, a montadora norte-americana encerrará por completo a produção no local, e dispensará todos os funcionários. Assim, restarão as concessionárias e o estoque final.

Última fornada

Com o iminente fim da fabricante de jipes 4×4, resta a última fornada do Troller T4 nas lojas. Trata-se da versão Connect, lançada no fim de maio com preço sugerido de R$ 206.990. O modelo é mais barato que as versões TX4 manual (R$ 212.700) e TX4 automático (R$ 225.990), mas vem com transmissão automática e o mesmo motor turbo diesel.

A mecânica do jipão cearense utiliza, portanto, o parrudo motor 3.2 litros turbo diesel com 200 cv de potência e um torque de 47,9 mkgf. O câmbio automático tem seis marchas, e a tração, claro, é 4×4 para fazer trilhas. O T4 Connect ainda traz volante multifuncional, controle de cruzeiro, bem como duas câmeras externas à prova d’água para o uso off-road.

Outro destaque no SUV é a nova central multimídia com tela de 7 polegadas e compatível com as interfaces Android Auto e Apple Carplay. Além disso, o sistema possuí GPS, duas entradas USB e o programa “DigiTroller”, que mede parâmetros do condutor e do veículo, para posterior visualização de desempenho em circuitos fora-de-estrada.

Enquanto se desfaz da Troller, a Ford continua com sua reestruturação no Brasil. Além de redução aguda na rede de concessionários, que deverá ficar com cerca de 120 revendedores (quase a metade), a marca segue com sua agenda de lançamentos para 2021. Em maio, lançou no País o inédito SUV 4×4 Bronco Sport, que vem importado do México.