Esporte

Sidcley diz não ter problema com peso

25 de março de 2020

SÃO PAULO – O Corinthians contratou Sidcley por empréstimo a pedido de Tiago Nunes. Campeão Paulista em 2018 pelo Timão, o lateral esquerdo estava no Dínamo de Kiev e não entrava em campo desde maio de 2019 até ser repatriado pelo alvinegro para a temporada 2020.
Em tese, Sidcley chegou para ser titular. A comissão técnica corintiana, no entanto, admitiu logo no início do ano que a condição física do atleta não era a ideal. O peso de Sidcley virou tema de debates e críticas tanto na imprensa quanto entre torcedores.
“Acima do peso entre aspas. Engordei dois quilos. Pelo que falam…”, afirmou, ao ser indagado pela reportagem. “Cheguei normal. Para mim, depois de seis meses parado, engordei dois quilos. Em uma semana eu já estava no peso de novo, treinando normal, mas o que eu senti foi preparo físico, ritmo de jogo. Leva um tempo. O que me atrapalhou foi isso, não foi nada de ‘engordou’. Isso não atrapalhou em nada”, garantiu.
Em abril do ano passado, Sidcley revelou à “Gazeta Esportiva” perrengues que estava tendo de encarar no leste europeu. O tema voltou a ser abordado pelo jogador agora.
“O pessoal fala que você está gordo, que tem que se cuidar mais, mas não sabe o que eu passei na Ucrânia, sem família, longe da minha filha. O pessoal só vê o momento. Era uma vez por ano que eu via minha filha, seis meses parado…”.
Sidcley foi utilizado por Tiago Nunes nos dois jogos contra o Guaraní-PAR, pela Libertadores, e nas partidas contra Ponte Preta e Santos, pelo Paulistão.
“Parecia que eu nunca tinha jogado bola”, admitiu, referindo-se a falta de ritmo e tempo de bola. “Contra o Guaraní, aqui na Arena, foi o melhor jogo meu”.
O fato de ter ficado no banco de reservas em alguns jogos e tido sequência nas partidas mais importantes, pela Libertadores, não foi incômodo, tampouco uma surpresa para Sidcley.
“Conversei com ele (Tiago Nunes) certinho, ele falou que ia fazer revezando para dar ritmo a todos. Caiu nos jogos importantes, eu estava bem já, meu físico melhorando e tinha que ter sequência de jogos. Se não tiver sequência, não dá”.
“Minha forma não estava ideal para jogar todos os jogos. Agora que eu estava bem, que ia começar, veio isso do coronavírus, mas, paciência. Deus sabe de todas as coisas”, concluiu.
Desde a liberação dos clubes, Sidcley tem treinado apenas em casa, sob orientação dos preparadores físicos do Corinthians. O jogador está em Curitiba, morando apenas com a mãe e perto da filha.