Esporte

Rápidas

23 de abril de 2020

Volta

A Confederação Brasileira de Futebol montou uma equipe médica para discutir protocolos de retorno das atividades do esporte nacional. E há quem trace o próximo mês como viável para a volta dos treinos, em escala reduzida, desde que cumpridas condicionantes. É o caso do vice-presidente do Atlético, Lásaro Cândido. O dirigente defende a tese de que a testagem rápida para identificar anticorpos do coronavírus é essencial para vislumbrar um cenário de volta, ao menos nos CT’s.

Suspenso

O medo da Europa sofrer novas ondas epidêmicas de coronavírus pode atingir o esporte de maneira ainda mais devastadora. A Organização Mundial da Saúde (OMS) mediou uma teleconferência reservada com a Uefa, a entidade que organiza o futebol europeu, e os principais clubes do continente para debater o futuro do calendário em meio à pandemia. Para a entidade subordinada às Nações Unidas o cenário ideal era de que as competições internacionais fossem suspensas até o final de 2021.

Moreno

Marcelo Moreno, principal contratação para 2020, afirmou que os jogadores do Cruzeiro ‘se conhecer mais’. “Óbvio que vai existir insegurança quando tiver um time novo. Time que não tem experiência, que não vinha jogando jogos juntos, jogadores que tiveram a primeira oportunidade de jogar um clássico. Não vai ser um time regular. Vai ser sempre difícil. O Adilson estava tentando montar um time que era difícil de agradar uma torcida exigente”, disse o atacante.

Monitorado

O Atlético monitoria a situação do lateral-direito Mariano, de 33 anos, vinculado ao Galatasaray até 30 de junho. Em entrevista na quarta-feira, 22, o empresário Marcelo Robalinho revelou que o clube turco sinalizou apresentar uma proposta de renovação contratual, porém destacou o desejo do jogador em regressar ao futebol brasileiro. De acordo com o agente, as negociações estão paralisadas devido à pandemia de COVID-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

Contato

Monitoramento com as equipes médicas, contato frequente com as famílias e corrente de otimismo pela recuperação. Dessa maneira, o Flamengo acompanha de perto a situação de seus dois funcionários afetados pelo coronavírus. O massagista Jorginho, ainda aguarda resultado de exames para confirmar o Covid-19, e é o que gera mais preocupação no momento, enquanto Sandro Rilho apresentou melhores no quadro clínico. “O clube está dando todo apoio possível” revelou um dos parentes de Jorginho.

Cruzeiro

O Cruzeiro estuda a possibilidade de realizar negociações de atletas, neste meio do ano a queda vertiginosa das receitas do clube mineiro, por causa da parada do futebol. A ideia, inclusive, é conseguir realizar mais de uma para tentar reequilibrar o caixa cruzeirense e pagar dívidas. O clube já procura interessados em ativos vindos das categorias de base do clube mineiro. O zagueiro Cacá, o meia Maurício e o atacante Thiago são os principais destaques do clube, neste momento.