Esporte

Jogadores do Atlético Mineiro farão testes de coronavírus

9 de Maio de 2020

BELO HORIZONTE – O Atlético-MG comunicou, oficialmente, que haverá reapresentação dos jogadores na Cidade do Galo nesta segunda-feira. Num primeiro momento, o elenco será submetido a dois testes de covid-19. Depois, será traçada uma data para a volta dos treinos, de maneira gradual.

Por meio da assessoria, o Galo informou que serão dois exames realizados nos atletas. O primeiro é para identificar a presença do vírus no organismo, por meio da secreção de nariz e garganta. O segundo teste serve para confirmar presença de anticorpos em pessoas que já foram expostas ao vírus da covid-19, por meio de análise de sangue.

“O objetivo é preparar a volta gradativa às atividades, seguindo todos os protocolos estipulados pela equipe médica do Clube e respeitando as recomendações das autoridades de saúde. A partir do resultado dos exames, o clube vai avaliar a data de uma possível reapresentação e definir quais atividades serão desempenhadas, assim como os procedimentos a serem adotados nesse período”.

Nesta semana, o Atlético enviou ofício para a prefeitura de Vespasiano, local onde está localizado o CT. O órgão municipal deu sinal verde para o retorno das atividades do Atlético, com as devidas precauções. Os jogadores receberam comunicado para a reapresentação na Cidade do Galo nesta segunda-feira. Alguns precisam, agora, achar voos de volta para BH, pois ficaram em isolamento social fora da capital mineira.

No Brasil, dois clubes deram passos avançados para o retorno às atividades nos centros de treinamentos: Flamengo e Grêmio. Os dois, inclusive, serviram de “inspiração” para o Atlético também colocar em prática a volta dos treinos. Tanto o rubro-negro quanto o tricolor gaúcho adotarão todas as medidas de segurança recomendadas pelos órgãos de saúde, incluindo a testagem de todos os jogadores do elenco, funcionários do clube e familiares próximos dos atletas.

No Flamengo, 293 testes foram feitos e 38 pessoas testaram positivo para a covid-19, sendo três delas jogadores do elenco principal do time, ambos assintomáticos. No Grêmio, houve também testagem em massa e três casos apareceram, um deles de Diego Souza, que segue quarentena no Rio de Janeiro.