Destaques Entretenimento

Artistas homenageiam Paulo Gustavo

6 de Maio de 2021

Paulo Gustavo foi internado no 13 de março de 2021 por complicações da covid-19. / Foto: Divulgação

A morte do ator e humorista Paulo Gustavo, na noite desta quinta-feira, 4, causou grande comoção entre os brasileiros – mas não só. A cantora americana Beyoncé também prestou homenagem ao astro de Minha Mãe é Uma Peça e de tantos outros sucessos na televisão, teatro e cinema.

A atriz e humorista Tatá Werneck, uma das amigas mais próximas de Paulo Gustavo, passou os últimos dias pedindo orações ao ator em suas redes e publicou uma homenagem quando soube de sua morte. “Aplaudam de pé esse grande homem! Gritem bravo! Façam uma homenagem a ele em suas casas”, escreveu.

O humorista Marcelo Adnet publicou em seu perfil no Instagram uma foto do ator, com a legenda “Para sempre”. A atriz Mônica Martelli compartilhou foto com o ator, a quem chamou de irmão. “Vamos lembrar de você sempre assim. Sorrindo, criando, fazendo o Brasil gargalhar”, escreveu em sua homenagem. “O mundo perde um gênio do humor”, escreveu o também ator e humorista Fábio Porchat em publicação.

O cantor Caetano Veloso, também no Instagram, escreveu que Paulo Gustavo era “a expressão da alegria brasileira”. “Não estávamos preparados para você partir assim tão cedo”, escreveu o apresentador Luciano Huck. O também ator e humorista Whindersson Nunes relembrou a vez em que viu um dos shows de Paulo Gustavo na juventude.

Vc entrou no palco do jeito que eu tinha vontade de entrar no lugares, sendo eu”, escreveu na publicação. A atriz e humorista Dani Calabresa desejou força à família e amigos de Paulo Gustavo. “Tô sentindo um aperto no peito desde que noticiaram que ele foi internado”, escreveu.

Paulo, meu querido, foi a primeira vez que você nos fez chorar”, escreveu o Padre Fábio de Melo em rede social. “Você espalhou amor e alegria. Era impossível estar ao seu lado e não abrir um largo sorriso”, escreveu o cantor Luan Santana em publicação. Marcus Majella, ator e amigo de Paulo Gustavo, publicou uma coletânea de fotos com o ator. “Nunca vou esquecer você, sua generosidade e seu olhar atento pro mundo, que você lindamente transformava em arte”, diz na mensagem.

Paulo Gustavo foi internado com coronavírus no dia 13 de março e passou por momentos muito críticos ao longo de todo o tratamento. No último fim de semana, ele apresentou alguma melhora, mas logo teve outras complicações. Paulo Gustavo deixa o marido Thales Brêtas e dois filhos.

Às 21:12h desta terça-feira, 04/05, lamentavelmente o paciente Paulo Gustavo Monteiro faleceu, vítima da covid-19 e suas complicações. Em todos os momentos de sua internação, tanto o paciente quanto os seus familiares e amigos próximos tiveram condutas irretocáveis, transmitindo confiança na equipe médica e nos demais profissionais que participaram de seu tratamento. A equipe profissional que participou de seu tratamento está profundamente consternada e solidária ao sofrimento de todos.”, diz o o último boletim médico divulgado pelo hospital.

Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros nasceu em Niterói, Rio de Janeiro, em 1978. Ele pertence a uma geração de comediantes que se formaram na Casa de Artes de Laranjeira, a CAL, no Rio, como Fábio Porchat e Marcus Majela, entre outros. Seu primeiro sucesso aconteceu em 2004 quando, na peça Surto, apresentou a personagem que marcaria sua carreira, Dona Hermínia.

No ano seguinte, após se formar na CAL, passou a integrar o elenco de Infraturas, mas o grande reconhecimento de público veio em 2006 com o espetáculo Minha Mãe é uma Peça, que rendeu três adaptações para o cinema (2013, 2016 e 2019), que conquistaram enorme bilheteria.