Destaques Educação

Prefeitura de Itaú de Minas faz fusão de escolas e Cemeis

Por Talita Souza / Redação

19 de janeiro de 2021

E. M. Dr. Cristiano Machado, primeira escola do município, vai ser fundida com a E. M. Itaú de Minas. / Foto: Divulgação

ITAÚ DE MINAS – A Prefeitura de Itaú de Minas divulgou, no último dia 14, uma nota de esclarecimento sobre a fusão da Escola Municipal Dr. Cristiano Machado com a Escola Municipal Itaú de Minas e do Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Magdalena Rimoli Moragas com os Cemeis Dona Nen e Otávio Rodrigues Amorim.

De acordo com Maria Flávia Rodrigues Garcia de Oliveira, secretária municipal de educação, esporte e cultura de Itaú de Minas, o motivo da fusão das escolas é a falta de demanda de alunos que já vem ocorrendo há vários anos no município.

Esse ano, por exemplo, teríamos apenas 51 matrículas para o Magdalena Rimoli. Isso já vem ocorrendo nos últimos anos, é que sempre arrumávamos um artificio para amenizar essa questão. Mas, chegou num ponto onde o dever nos chama. Ou faríamos isso agora ou teríamos que responder juridicamente por negligência por deixarmos de tomar atitudes sérias. Os alunos não terão prejuízo nenhum, pois estarão em outra escola com toda assistência e todos os professores”, explicou.

Ainda de acordo com a secretária, outro ponto que foi observando pela administração foi a estrutura dos prédios. Ela explica que a E. M. Itaú de Minas, por exemplo, tem mais salas e mais espaço para os alunos do que a E. M. Dr. Cristiano Machado. Maria Flávia ressaltou que “os professores já conhecem toda a rede e todos os lugares” e que a fusão “é uma questão de responsabilidade com o dinheiro público”.

Maria Flávia diz que a gestão entende o apego da população com as escolas, em especial a E. M. Dr. Cristiano Machado, e que os prédios serão usados pelo município para outras demandas.

A gente entende muito aquele apego que as pessoas tem nas escolas, no prédio principalmente, pessoas que trabalharam ali muitos anos, estudaram ali… A Dr. Cristiano Machado, por exemplo, foi a primeira escola do município. Mas, o prédio que está lá e será respeitado. O local é da educação e pretendemos colocar lá, primeiro, o atendimento clinico dos alunos e a Secretaria de Educação. Mas é claro, ainda é uma parte que temos que pensar para fazer tudo de acordo com a lei”, disse.