Destaques Educação

PMP começa a construir plano de retorno para aulas presenciais

14 de janeiro de 2021

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

PASSOS – A Prefeitura de Passos, por meio da secretaria de Educação, realizou a primeira reunião da comissão responsável pela construção de um plano para retorno seguro às aulas presenciais no município. Estiveram presentes a secretária de Educação, Jane Hespanhol, bem como representantes do Estado, das escolas particulares e municipais, assistência social e profissionais da saúde.


O que você também vai ler neste artigo:

  • Estado abre inscrições para o Encceja 2020
  • Ausências justificadas
  • Acesso
  • Encceja

Segundo a secretária Jane Hespanhol, as escolas particulares já possuem um plano de retorno desde o ano passado e o município ainda não.

Por isso, vamos montar agora o nosso plano para retorno presencial, mesmo de forma gradual, com o apoio do Estado. Nós precisamos deixar a escola pronta, adaptada para que, quando for possível, tudo esteja preparado. Tanto a questão de equipamento, como o ambiente. Então, vamos fazer visitas às escolas, com assessoria das médicas infectologistas, realizarmos os levantamentos necessários e começar a fazer”, afirmou a secretária. O ensino remoto retornará no dia 18 de fevereiro e ainda não há previsão para o retorno das aulas presenciais.

Estado abre inscrições para o Encceja 2020

Estão abertas as inscrições do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2020. Interessados poderão se inscrever pelo sistema do Encceja, até o dia 22 de janeiro. A participação é voluntária, gratuita (para quem não faltou na última edição) e destinada a jovens e adultos que não concluíram os estudos na idade apropriada, desde que tenham, no mínimo, 15 anos completos para o ensino fundamental e 18 anos completos no caso do ensino médio. A iniciativa é realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), entidade federal responsável pelo exame. As provas serão aplicadas no dia 25 de abril, em todos os estados e no Distrito Federal.


Ausências justificadas

De 14 a 20 de dezembro de 2020, os interessados puderam justificar as ausências na edição de 2019. A justificativa é obrigatória para os participantes do Encceja 2019 que não fizeram o exame em todas as áreas do conhecimento nas quais se inscreveram e que desejam participar da edição de 2020. Inscritos que não justificaram a ausência no Encceja 2019 ou tiveram a justificativa reprovada deverão ressarcir ao Inep o valor de R$ 40, por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU) até o dia 27 de janeiro. A cobrança será gerada pelo sistema ao final da inscrição. A GRU poderá ser paga em qualquer banco, casa lotérica ou agência dos Correios, obedecendo aos critérios estabelecidos. Nestes casos, a inscrição no Encceja 2020 será confirmada somente mediante o pagamento da taxa.


Acesso

Após realizar a inscrição, para acessar a Página do Participante, o inscrito deve, obrigatoriamente, cadastrar-se no portal do Governo Federal, no endereço eletrônico acesso.gov.br. O login e a senha únicos são necessários para acompanhar a situação da inscrição. O cadastro no portal gov.br garante maior segurança e transparência nos acessos aos sistemas. O procedimento faz parte da unificação de todos os serviços digitais dos órgãos públicos, alinhado ao Plano de Transformação Digital do Governo Federal. Com isso, é necessário se cadastrar somente uma vez para ter acesso liberado a todos os serviços.


Encceja

O exame é realizado pelo Inep, desde 2002, em colaboração com as secretarias estaduais e municipais de Educação. A emissão do certificado e da declaração de proficiência é responsabilidade das secretarias de Educação e dos institutos federais de Educação, Ciência e Tecnologia que firmam termo de adesão ao Encceja.


Você também pode gostar de:

Tromba d’água deixa cerca de 100 desalojados em Barbacena