Educação Destaques

Estudantes de Medicina têm projeto aprovado em edital do Fundo Positivo

10 de novembro de 2021

Foto: Reprodução.

PASSOS – Projeto desenvolvido por estudantes do curso de Medicina da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg) Unidade Passos foi aprovado no edital da 8ª Seleção Pública de Projetos do Fundo Positivo.

“Desde o início, nós estudantes, tínhamos o interesse de trabalharmos com Chatbot, pois é uma ferramenta que garante uma alta acessibilidade e simplicidade para o usuário final”, explica o estudante Leonardo Pim Barcelos.

O Chatbot é um programa que realiza a tentativa de simulação de diálogo entre seres humanos. O objetivo principal é disponibilizar informações de forma prática ao usuário, respondendo perguntas sobre algum tema em específico.

A 8° edição do Edital teve como tema a prevenção combinada, doenças sexualmente transmissíveis, entre outros assuntos da área de saúde. A plataforma criada pelos estudantes pode ser acessada pelo WhatsApp(35) 9 9965-2924, o conteúdo abordado no Chatbotapresenta informações sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s) e também o controle de disseminação da Covid-19.

“Para que fosse realizada a criação do Chatbot e estruturação da plataforma, firmamos contrato com a Associated Software Company, empresa que forneceu a estrutura e o treinamento para que o Chatbot fosse desenvolvido”, explica Ana Paula Lopes, participante da equipe.

Daniel Oliveira Santos também participa do grupo de estudantes que participaram do Edital, ele comenta sobre o processo de participação no processo. Com a necessidade de um CNPJ para participar da seleção, os estudantes realizaram uma parceira com a Associação Cultural e Educacional Projeto Arte & Cultura (Acepac).

“A Associação é responsável pelo Coral dos Pequenos Cantores de Passos e que desempenha um papel importantíssimo para as crianças e adolescentes de Passos. De prontidão a Acepac se mostrou solicita em realizar essa parceria e hoje podemos afirmar que foi uma parceria de sucesso, visto que conseguimos desenvolver o chatbot e colocá-lo à disposição da população”, conta.

O projeto foi aprovado em 4º lugar após concorrer com 150 propostas encaminhadas de várias regiões do Brasil. Os alunos que fazem parte da equipe do projeto são Ana Paula Lopes; Daniel Oliveira Santos; Gustavo Fernandes da Silva, Leonardo Pim Barcelos, Lucas Yuji Sonoda, Rafael Silva Brito, Rayane Drumond Mól e Thiago Rangel Xavier.