Destaques Educação

Escola São José homenageia profissionais de saúde

Por Ézio Santos / Especial

2 de fevereiro de 2021

Foto: Divulgação

PASSOS – Os profissionais da área de saúde de Passos ganharam uma homenagem pelo trabalho na linha de frente no combate à covid-19. Parte do muro frontal da Escola Estadual São José, localizada no bairro Jardim Califórnia, foi transformada em um painel de arte urbana para valorizar o esforço e a dedicação, principalmente de médicos e enfermeiros, na luta para salvar os pacientes contaminados pelo novo coronavírus.

Para o diretor do estabelecimento de ensino, Fabiano Amorim Costa, de 45 anos, a ideia é prestar uma homenagem em agradecimento à dedicação das pessoas que estão na linha de frente do combate à pandemia.

Todos os servidores da Escola Estadual São José, inclusive a comunidade escolar, abraçaram a ideia de reconhecer publicamente o trabalho, que vai desde o motorista de ambulância até os profissionais que atuam em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), colocando suas vidas em risco em razão da agressividade deste terrível vírus que levou milhões de seres humanos à morte. Agora, imagine você se não fosse a dedicação desses admiráveis profissionais. De que forma estaria hoje o mundo que vai completar em março, um ano de pandemia?”, questionou.

Se Fabiano idealizou a simples homenagem, foi o casal de grafiteiros voluntários, Helvinho & Daiane, o responsável pela pintura, mais a mão de obra. Cerca de 70% do material foram doados pela Casa das Tintas, enquanto que o restante da despesa foi pago com recursos próprios da escola. O painel, produzido no último sábado passado, dia 30, mede dez metros de comprimento por três de altura.

A repercussão do trabalho artístico do Helvinho e sua esposa Daiane foi surpreendente, principalmente nas redes sociais. Em uma parte do painel, eles pintaram um médico como se fosse um anjo ninando a bandeira do Brasil como se fosse uma criança adoenta, mostrando que o vírus não escolhe sexo, idade, cor e religião para atacar quem quer que seja. Enquanto a vacina não chega para todos cidadãos brasileiros, só nos resta prevenir aplicando a medidas sanitárias que os órgãos de saúde nos recomendam”, finalizou Fabiano.