Destaques Educação

Educadores cobram igualdade em Plano de Carreira

Por Nathália Araújo / Redação

5 de dezembro de 2020

Foto: Nathália Araújo

PASSOS – Professores da rede pública municipal, junto de representantes da Associação de Professores de Atendimento Educacional Especializado e Designados do Estado de Minas Gerais (Apaeed-MG), se reuniram em frente ao prédio do Executivo, na manhã de sexta-feira, 04, para revindicar sobre o Plano de Carreira dos educadores efetivos, divulgado pela Secretaria de Educação. Na ocasião, os manifestantes solicitavam que a distribuição de cargos e extensões fossem iguais para todos os profissionais do setor.

Foto: Divulgação

Após identificar a presença dos professores contratados, a secretária municipal de educação, Zinete Guimarães Rattis, convocou uma reunião para esclarecer sobre o assunto em questão.

É importante que tudo isso seja muito bem explicado, já que temos profissionais em diversas categorias. Tudo foi definido seguindo critérios para tentar valorizar todas as classes; efetivos, nomeados e também os contratados, porque todos são educadores e não devem ter nenhum tipo de tratamento diferente. Se optássemos por oferecer as extensões de cargo somente aos efetivos, como foi suposto pelos demais, isso seria inconstitucional, mas a proposta é relacionada apenas às cargas horárias”, informou a líder da pasta.

Rilton Ramos, presidente da Apaeed, destaca que ficou satisfeito com o atendimento e com os resultados da reunião.

A intenção era justamente tirar algumas dúvidas sobre a questão da extensão dos cargos, da carga horária e a situação dos professores. Fomos muito bem recebidos e ficou bem claro que os profissionais efetivos terão cinco horas a mais, o que costumava ser oferecido primeiro aos contratados mas, logo depois, também será publicada uma chamada para os outros. Ou seja, o que pedimos é igualdade e espero que a ata, criada hoje, realmente seja firmada pela secretária”, pediu.

Representando os manifestantes, uma das professoras conta que o problema surgiu pela má interpretação dos documentos, por parte dos profissionais que atuam na direção escolar.

Foi passado para o quadro efetivo que seria necessário assinar uma demonstração de interesse para que pudessem pegar um segundo cargo. No entanto, lendo o Plano de Carreira e debatendo com os membros da secretaria, percebemos que não existia nenhuma especificação para isso, apenas para ampliação de extensão e jornada de trabalho. Haviam muitas pontas soltas que deviam ser resolvidas e agora tudo ficou bem claro”, disse a profissional que preferiu não ter seu nome divulgado.

Conforme foi garantido pelos membros da Secretaria Municipal de Educação, a extensão de carga horária será distribuída para os profissionais de todos os quadros, visto que o chamamento público deve ser divulgado pelo site institucional da Prefeitura Municipal de Passos.