Destaques Geral

Zema anuncia concurso para 56 vagas de professores na Medicina em Passos

18 de junho de 2021

Foto: Reprodução

BELO HORIZONTE – O governador Romeu Zema anunciou, nesta quinta-feira, 17, a nomeação de 180 professores de educação superior aprovados como excedentes em concurso público para 17 unidades da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg). Também será aberto um novo concurso para contratar 56 docentes para a área médica do campus de Passos, na região Sul.

“Temos compromisso com Educação de qualidade. Determinei a nomeação de 180 professores na Uemg. Também abriremos concurso com 56 vagas de professores para o curso de Medicina. Com boa Educação, Minas avança”, disse Zema, nas redes sociais.

Atualmente, a universidade conta com 1.586 professores, sendo que 755 são convocados e outros 831, efetivos. Com a complementação, o número total de efetivos aumenta para 1.011 docentes.

As nomeações são relativas a concursos anteriores da universidade, de 2014, 2018 e 2019. Nesses casos, todos os classificados no número de vagas previstas no edital foram convocados, mas, com o passar dos anos, alguns professores pediram exoneração de seus cargos, sendo necessária a chamada dos excedentes aprovados.

Parte dos docentes já atuava nas unidades acadêmicas da Uemg como designada em cargos temporários, como prevê a Lei 10.254/90, para garantir que o ensino da universidade não fosse prejudicado.

“São professores aprovados em concursos e que aguardavam essa nomeação, que, além de trazer estabilidade, vai fortalecer a missão da instituição que é promover o ensino, a pesquisa e a extensão para contribuir com a formação de cidadãos comprometidos com o desenvolvimento e a integração dos setores da sociedade e das regiões do estado”, explica a reitora da Uemg, professora Lavínia Rosa Rodrigues.

Ela ainda destaca que as nomeações representam um importante passo para consolidação do quadro de docentes da universidade.

“Com o anúncio de hoje, em menos de dois anos, alcançamos um total de 470 nomeações de professores concursados, e isso demonstra o compromisso do Governo do Estado com a Uemg”, diz.

O diretor da unidade de Passos, Itamar Teodoro de Faria disse na tarde desta quinta-feira, 17, não ter sido informado sobre o número de professores para a unidade passense e com relação a concurso para os outros cursos, não tem previsão.

Vários docentes de outros cursos se manifestaram sobre o anúncio da abertura de concurso apenas para a Medicina.

Uemg

Presente em 16 cidades de Minas, a Universidade do Estado de Minas Gerais oferece 119 cursos de graduação em 20 unidades acadêmicas. Atualmente, tem aproximadamente 24 mil estudantes, e é a terceira maior instituição de ensino superior pública do estado. Cerca de 77% de seus alunos são egressos de escolas públicas.

Direito

O Centro Acadêmico XIII de Fevereiro, do Curso de Direito está se mobilizando nas redes sociais e junto à imprensa que em 2018 o curso foi excluído do concurso público, com a promessa de que no próximo concurso estaria junto com o possível concurso de Medicina, mas Romeu Zema anunciou apenas vagas para Medicina.

“Precisamos ser incluídos neste concurso. Vamos chamar a atenção do Governador, reitoria e do deputado estadual, o passense Cássio Soares. Essa luta é de todos. Até mesmo dos que estão quase se formando, pois o nome da universidade e do nosso curso estarão com vocês para o resto de suas vidas”, disseram os integrantes do C.A. de Direito.