Destaques Geral

Volume de chuvas em janeiro já representa 30% do previsto

Por Talita Souza / Redação

8 de janeiro de 2021

Foto: Divulgação

PASSOS – Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), nos primeiros sete dias de janeiro o volume de chuvas atingiu 80,8 mm em Passos, cerca de 29,7% da média esperada para o mês todo. Em 2020 as chuvas chegaram a 206,88 mm durante o mês de janeiro, enquanto que em 2019 o volume foi de 61,9 mm.


Você também pode gostar de:

Veículos são furtados em barracão

A meteorologista do Inmet Anete Fernandes explica que essa média é calculada através dos dados da estação meteorológica automática de Passos, que foi instalada em 2006. De acordo com Anete, devido ao curto período de funcionamento da estação, e por ter apresentado problemas em alguns anos, em Passos ainda não há uma climatologia, que “é a média de uma longa série, de, pelo menos, trinta anos, para tirar o comportamento climatológico e considerar o valor como referência”.

Ainda de acordo com Anete, há dados de apenas onze anos do mês de janeiro em Passos, o que não pode ser considerado climatologia devido ao curto período de tempo.

Considerando os quatorze anos de existência da estação com dados para o mês de janeiro, em três deles nós não temos dados, tenho uma média de onze anos apenas. Em relação ao tempo de existência, a média de chuva para janeiro durante o tempo de existência da estação é de 271,6 mm. A gente considera isso como um valor de referência, mas não temos climatologia para essa cidade”, explica.

Comparando 2019 e 2020, o ano de 2019 foi um ano seco, enquanto 2020 atingiu 76% da média de pluviosidade em Passos. Anete explica que, apesar da quantidade de chuvas nos primeiros dias do mês, ainda é cedo para falar sobre a quantidade de chuva de janeiro de 2021.

O que podemos falar é que a chuva nesse início de janeiro está bem frequente, ela está ocorrendo com grande regularidade no Sul de Minas como um todo, não só em Passos, mas praticamente no Centro-sul e Oeste do estado. Em relação ao volume, ainda é cedo para afirmar, a gente precisa ver como vai ser a evolução na primeira quinzena. De repente chove na primeira quinzena e para na segunda. Não dá pra fazer afirmação com tanta antecedência, mas o que pode ser dito é que, nesse ano, o mês de janeiro está mantendo a característica do mês mais chuvoso do ano. Então estamos com chuvas frequentes nos primeiros dias e isso pode ser considerado normal, embora os volumes estejam bem expressivos em determinadas localidades”, disse.