Coluna MG Destaques

Violência cresce em MOC

17 de julho de 2020

O isolamento social imposto pela pandemia de Covid-19 obrigou inúmeras famílias a permanecer mais tempo em casa. Forma de evitar disseminação do coronavírus, a quarentena tem, porém, agravado um drama que já preocupa, assusta e revolta: a violência contra a mulher. Em Montes Claros, as denúncias de agressão física subiram de 217, em junho de 2019, para 265 no mesmo mês deste ano. Os dados são da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública do Estado. Os pedidos de medidas protetivas também aumentaram no município. (Jornal O Norte- Montes Claros)

O que você também vai ler neste artigo:

  • Policiais fazem manifestação
  • JF pode migrar para onda branca
  • Projeto oferta atendimento
  • Totens de água são instalados
  • IF dará assessoria para empresas
  • Varginha entra no pico da pandemia

Policiais fazem manifestação

No sul do Estado, integrantes da Polícia Civil das unidades de Poços de Caldas, Itajubá, Pouso Alegre, São Lourenço, Três Corações, Varginha, Lavras e Campo Belo participaram de manifestações contrárias à aprovação da PEC 55/2020. A categoria, em todo o Estado de Minas Gerais, se diz contrária à reforma da previdência proposta pelo governador Romeu Zema. Semana passada ocorreu a primeira manifestação, que reuniu policiais do Estado todo em frente à Assembleia Legislativa de Minas Gerais. (Jornal Mantiqueira- Poços de Caldas)

JF pode migrar para onda branca

Juiz de Fora e outras cidades da região devem migrar de onda dentro do programa Minas Consciente, com a adoção de regras mais flexíveis para o funcionamento de atividades diversas como comércio e prestações de serviços, em meio a um cenário de adoção de medidas restritivas de combate ao avanço da pandemia do coronavírus em todo o estado. Na noite desta quarta-feira, 15, informações davam conta de que deliberações internas do comitê estadual que discute as ações para deter a proliferação da Covid-19 definiu que a Macrorregião Sudeste. (Tribuna de Minas- Juiz de Fora)

Projeto oferta atendimento

Composto por profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), a Secretaria de Saúde de Santana do Paraíso informa que criou o projeto “Tele Saúde”, que visa ofertar atendimentos por meio de ligação e vídeos para os pacientes e usuários dos serviços, contribuindo com ações de orientação e acolhida de demandas relacionadas à saúde. A iniciativa do “Tele Saúde” teve início com divulgação de vídeos sugerindo atividades que promovem a qualidade físico-mental da população, como orientações sobre a importância das medidas preventivas contra a covid-19; campanha contra o tabagismo; dicas de receitas; dentre outras ações. (Diário do Aço- Ipatinga)

Totens de água são instalados

O projeto “Mãos Limpas” vai instalar totens de água potável em oito pontos de alta concentração de pessoas em Divinópolis. O projeto faz parte do plano de ação ao enfrentamento da covid-19 e surgiu da necessidade de disponibilizar pontos de higienização básica para pessoas nas ruas. A iniciativa é promovida pela Prefeitura de Divinópolis, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), em parceria com a Copasa. O primeiro totem de água foi instalado na última quinta-feira, 9, na Praça Benedito Valadares (Praça do Santuário). (Portal Agora- Divinópolis)

IF dará assessoria para empresas

Devido à pandemia do Coronavírus, o governo liberou diversos benefícios fiscais e econômicos para as empresas. Dessa forma, Marlene Pereira, professora do IF Sudeste – Campus Rio Pomba, decidiu trazer para Barbacena um Projeto de Extensão que tem como objetivo principal prestar serviço de consultoria para as pequenas e médias empresas da região. Inicialmente, o projeto atendia apenas empresas do município de Rio Pomba, mas pela proximidade das duas cidades e pelo fato de ambas serem sede do IF Sudeste MG, foi pensado na possibilidade de ampliar o alcance do projeto e atender também em Barbacena. (Folha de Barbacena)

Varginha entra no pico da pandemia

A Prefeitura de Varginha realizou nessa quarta-feira, dia 15, o Dia D de combate ao coronavírus. A data acompanha o momento da macrorregião Sul e do estado de Minas Gerais que tem curva ascendente na pandemia. De acordo com o secretário municipal de Saúde, o infectologista Luiz Carlos Coelho, é importante as pessoas entenderem a realidade local e não relaxar ao levar em conta outras situações como em Manaus (AM) que agora já está achatando a curva.

Rede de Notícias do Sindijori MG