Destaques Política

Vereador alega que Juros Zero está parado e secretário contesta

Por Adriana Dias / Redação

27 de outubro de 2021

Foto: Reprodução

PASSOS – O vereador Luiz Carlos Souto Junior, o Dentinho, da Câmara de Passos, fez uma reclamação na sessão de segunda-feira, 25, questionando sobre o andamento do Programa Juros Zero. De acordo com o parlamentar, os procedimentos estão paralisados nas três secretarias em que ele visitou e não havia nenhum banco cadastrado para oferecer os recursos, da ordem de R$3 milhões, que para financiamento aos 800 interessados que se cadastraram. O secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Sandro Marques, esclarece que a reclamação não procede e explicou sobre a operacionalização.

Conforme informou o secretário na tarde desta terça-feira, 26, é necessário para a operacionalização do programa “Passos Juros Zero” o credenciamento de instituições financeiras interessadas.

“Por enquanto, temos uma cooperativa de crédito interessada, porém, ao abrir os envelopes, pois o credenciamento é uma das espécies de licitação, constatamos que estavam faltando documentos. Já fizemos contatos e demos prazo para entrega da documentação faltante e nos disseram que o fariam, mas, porém, ainda não fizeram. Então, não procede de que o programa esteja parado. Para ele funcionar é necessário a instituição. Eu, mais do que qualquer pessoa tenho interesse no credenciamento da instituição financeira, por saber da importância do programa e da necessidade destas pessoas, mas, sem o ciclo completo não é possível que aconteça”, informou Marques.

A comissão formada por três servidores está analisando os documentos daqueles interessados na obtenção do subsídio e têm até a próxima sexta-feira, 29 para fazer o trabalho. O prazo para instituição bancária apresentar as propostas era até o dia 18, sendo que apenas uma se cadastrou.

O Programa Passos Juros Zero tem o objetivo de apoiar os empreendedores e profissionais autônomos de Passos, que passam por momentos de dificuldade em razão da baixa atividade econômica no período de pandemia. A administração chegou a prorrogar o prazo das inscrições, que encerrou dia 8 de outubro. Segundo a prefeitura, o motivo do aumento no prazo foi a alta procura de interessados.