Destaques Geral

Vendas do Bazar da Pechincha do Gapop-R caem pela metade

18 de setembro de 2020

O Bazar da Pechincha funciona de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h30, na rua Boa Vista, 55, no bairro Santa Casa. / Foto: Divulgação

PASSOS – As vendas no Bazar da Pechincha do Grupo de Apoio a Pacientes Oncológicos de Passos e Região (Gapop-R) diminuíram 50%. O dinheiro arrecadado com as vendas é usado para cobrir parte dos custos da instituição. Assim como o comércio considerado não essencial, o bazar também foi paralisado durante o período de quarentena e já voltou a funcionar, mas com queda no movimento, segundo a coordenadora Clélia Monteiro.

O bazar cobre parte das nossas despesas quando está em pleno funcionamento, pois ganhamos bastantes coisas, mas agora a situação está difícil e estamos com poucas doações em todos os aspectos, seja em espécie, alimentos e roupas, além da falta de clientes. Temos necessidades muito mais por conta das despesas mensais, mas também devido à construção dos quatro andares, com direito a garagem, refeitório, sala de triagem, alimentos, cozinha, toda a parte administrativa, lavanderia, que era para ser finalizada em junho e agora está parada”, disse Clélia.

Com a pandemia do novo coronavírus, ela afirma que muitos eventos foram cancelados e outros acabaram sendo realizados on-line ou por meio do sistema drive thru.

O que está ajudando é que agora já voltamos a passar de casa em casa com os carnês de ajuda para a instituição e também voltamos a divulgar o bazar para que as pessoas saibam que está aberto e que podem fazer doações novamente”, contou.

Apesar das dificuldades, a coordenadora diz que a renda do bazar já trouxe muitas melhorias para o Gapop-R, como compras de equipamentos, instalação de elevador e a possibilidade de oferecer almoço para os pacientes e acompanhantes do Hospital Regional do Câncer. O bazar está funcionando de acordo com medidas de proteção contra o coronavírus. É preciso usar máscara e passar álcool em gel, que é disponibilizado na entrada. No local, podem entrar, por vez, apenas dois grupos de três pessoas, que são atendidos por funcionárias diferentes.

Peço ajuda para que, apesar do momento complicado e de outras várias instituições também estarem precisando, nós possamos finalizar a construção e equipá-la com mobiliários para uso dos pacientes do Gapop-R. Nossa expectativa é de que a pandemia vai passar e a situação de todas as entidades necessitadas vai melhorar”, finalizou Clélia.

O Bazar da Pechincha funciona de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h30, na rua Boa Vista, 55, no bairro Santa Casa. O Gapop-R também pede doações de roupas, calçados, bijuterias, móveis, artigos de decoração e utilidades domésticas. Toda a arrecadação é revertida em benefícios para os pacientes da instituição. Para doar ou conseguir mais informações, basta entrar em contato pelo número (35) 3522-7195.