Destaques Geral

Venda de brinquedos no Dia das Crianças deve crescer em 2020

5 de outubro de 2020

Os dias com maior fluxo foram na quinta-feira, 23, e na véspera de Natal, 24. / Foto: Divulgação

PASSOS – Uma estimava feita pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos (Abrinq) aponta que a venda de brinquedos deve ter um crescimento de 3% em 2020, na comparação com o ano passado. Devido à pandemia do novo coronavírus, as possibilidades de realizar festas ou passeios ficam reduzidas, e o Dia das Crianças, comemorado em 12 de outubro.

Fernanda Arantes, moradora do bairro São Francisco, em Passos, conta que está preparando pequenas atividades dentro de casa. Ela diz que tem um filho pequeno e ainda não tem muitas expectativas em relação à data, mas que já está providenciando o presente de Dia das Crianças para ele: um caminhão de brinquedo. Para Barbara Piassi, proprietária de uma loja de brinquedos, as vendas de 2020 estão melhores do que as de 2019. Ela afirma que os lançamentos estão a todo vapor e cita as novas Barbies e as bonecas LOL, para as meninas, e as Nerfs, armas de espuma, para os meninos.

Sandra Aparecida Mariano Estevam, proprietária de uma loja do mesmo segmento, tem grandes expectativas para as vendas neste ano.

O Dia das Crianças é considerado uma data muito especial e, por isso, muitas pessoas esperam pela ocasião para oferecer os presentes que os pequenos tanto querem. Na loja, os itens mais procurados têm sido patins e patinetes. Mesmo diante dos efeitos causados pela covid-19, acredito e espero que os lucros sejam tão bons quanto nos outros anos”, destacou a empresária.

De acordo com Marília Marques Botelho, vendedora de uma loja de departamentos, as vendas devem melhorar nesta semana, uma vez que este é o período em que os clientes costumam procurar os presentes.

Sem dúvida, os produtos mais procurado são as bicicletas infantis, e tenho notado que este ano a procura está ainda maior, já que muita gente aderiu ao ciclismo e esta é uma forma de incluir as crianças na atividade. As pessoas estão animadas e percebi que muita gente está fazendo o orçamento antes de comprar, mas acredito que, a partir de segunda-feira, o comércio ficará bem movimentado”, contou.