Coluna MG Destaques Migração

Varginha anuncia volta às aulas

30 de novembro de 2020

A Prefeitura de Varginha anunciou na semana que passou que as aulas presenciais poderão retornar no dia 1º de fevereiro, e serão divididas em dois grupos, nos quais, se revezarão na capacidade de alunos, professores e educadores. Há cada semana, um grupo terá aulas de forma presencial. Na terceira semana do mês, ambos terão aulas em modalidade à distância. Ainda conforme a prefeitura, as redes de ensino terão autonomia para retornar ou não à modalidade presencial. (Correio do Sul- Varginha)


O que você também vai ler neste artigo:

  • Telemedicina em Uberlândia
  • Fundos deixam de receber R$21 mi
  • Megadistrito será implantado
  • MPF fiscaliza recursos
  • Administração lança aplicativo
  • Orçamento será de R$814 milhões

Telemedicina em Uberlândia

A Prefeitura publicou permissão para o exercício da telemedicina na rede em Uberlândia. Isso permite que o “Médico Virtual”, implantado durante a pandemia do novo coronavírus, agora se consolide como um benefício permanente oferecido à população. Trata-se de atendimento médico por meio de tecnologia de informação e comunicação para fins de assistência, prevenção de doenças e lesões e promoção de saúde. O “Médico Virtual” também consiste na realização à distância de diagnóstico, acompanhamento, orientação, prescrição de receitas e exames e demais ações de saúde. (Diário de Uberlândia)

Fundos deixam de receber R$21 mi

Um montante superior a R$ 21 milhões de parte do Imposto de Renda arrecadado junto às pessoas físicas de Uberaba, poderiam ter ficado no município em 2019, caso os contribuintes tivessem feito esta opção na declaração. A informação foi revelada pelo promotor de Defesa da Criança e Adolescente de Uberaba, André Tuma, durante apresentação realizada para representantes da sociedade civil dia 25 último. (Jornal da Manhã- Uberaba)

Megadistrito será implantado

O Norte de Minas vai iniciar uma nova fase de desenvolvimento econômico, com a implantação de um megadistrito rodoferroviário industrial em Montes Claros. A Confiança Incorporações, com atuação no mercado imobiliário, assinou um protocolo de intenções com o governo de Minas. O acordo foi firmado com intermédio da Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (Indi), vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede). Com o investimento, o município contará com um empreendimento logístico imobiliário com terminal intermodal. (Jornal O Norte- Montes Claros)

MPF fiscaliza recursos

O Ministério Público Federal (MPF), a Controladoria-Geral da União (CGU) e o Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus) realizam ação conjunta para a verificação quanto à correta aplicação das despesas realizadas nos municípios de Poços de Caldas e Pouso Alegre, relacionadas ao enfrentamento da pandemia da covid-19. A CGU e o Denasus em trabalho conjunto auditarão os recursos públicos federais aplicados nos municípios e, com o MPF, analisarão denúncias sobre eventuais problemas na aplicação de tais recursos, durante o período emergencial causado pela pandemia. (Jornal Mantiqueira- Poços de Caldas)

Administração lança aplicativo

Em busca de melhorias no padrão de atendimento à população, entre outros benefícios, a administração municipal lançou um aplicativo da Prefeitura de Ipatinga, o IPA APP. Agora, por meio dos smartphone, o cidadão terá acesso a vários serviços e, desta forma, evita sair de casa e pegar filas. O APP também disponibiliza a relação de telefones de todas as unidades da prefeitura, os horários de ônibus no município e, ainda, possibilita entrar em contato diretamente com a Ouvidoria para queixas e sugestões. Para o secretário de Comunicação Social do município, Breno Brandão, o aplicativo é um ganho para toda a sociedade. (Diário do Aço- Ipatinga)

Orçamento será de R$814 milhões

Foi apresentado na tarde de quarta-feira, 25, para discussão, durante Audiência Pública da Comissão de Participação Financeira e Orçamentária, da Câmara Municipal de Divinópolis (CMD), o Projeto da Lei EM 053/2020 que trata da peça Orçamentária Anual (LOA) para o município de Divinópolis no próximo ano. Durante o encontro, que contou com a presença de vereadores e a participação remota dos cidadãos, por meio de redes sociais e aplicativos de mensagens, foi pontado a previsão de orçamento de R$ 814 milhões para 2021. (Gazeta do Oeste- Divinópolis)

Rede de Notícias do Sindijori MG