Destaques Esporte

Vargas voltará ao Mineirão, palco de golaço e eliminação

3 de dezembro de 2020

Foto: Divulgação

BELO HORIZONTE – A estreia do atacante Eduardo Vargas pelo Atlético empolgou os torcedores. Na vitória por 2 a 1 sobre o Corinthians, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro, ele sofreu um pênalti, que não foi marcado, e deu passe de calcanhar para o gol de empate, marcado por Guilherme Arana. Após o excelente cartão de visitas, foi afastado em função do teste positivo para coronavírus. Agora, finalmente, poderá voltar ao Mineirão, estádio onde coleciona golaço, assistência e eliminação traumática.

Vargas jogou duas vezes no Mineirão, ambas pela Seleção Chilena contra o Brasil. A primeira aconteceu em 2013, em amistoso. O Chile perdia por 2 a 1, quando o atacante fez um golaço. Ele recebeu na intermediária, passou por Jadson e finalizou de longa distância, sem chance para o goleiro Diego Cavalieri.

O atacante voltou ao Mineirão pouco depois de um ano. Desta vez, foi pelas oitavas de final da Copa do Mundo, de novo contra a Seleção Brasileira. O time comandado por Felipão abriu o placar com Thiago Silva. Pouco depois, Vargas aproveitou erro de Hulk e encontrou Alexis Sánchez livre para empatar a partida.

No entanto, esse jogo foi traumático. Vargas foi substituído aos 11 minutos da etapa final. Do banco, viu Pinilla acertar o travessão no minuto final da prorrogação. Depois, a Seleção Chilena foi eliminada nos pênaltis, para tristeza do atacante.

Agora, o momento é outro. Vargas deve ser utilizado por Jorge Sampaoli (que foi seu técnico na Seleção Chilena) na partida contra o Internacional, domingo, 6, às 18h15. O confronto direto no Gigante da Pampulha pode manter o Galo na liderança do Campeonato Brasileiro.