Destaques

Urnas do pleito eleitoral de Passos já têm carga oficial de candidatos

Por Adriana Dias / Redação

4 de novembro de 2020

O Cartório Eleitoral de Passos fez o carregamento das cargas oficiais das 225 urnas e outras 27 reservas para o pleito do dia 15. / Foto: Divulgação

PASSOS – O Cartório Eleitoral da Comarca de Passos, 209ª Zona, finalizou o carregamento das 225 urnas de seção e das 27 urnas reservas com a inserção de dados de candidatos e eleitores para a eleição que acontece no próximo dia 15. De acordo com o chefe do Cartório, Alexandre Araújo, o trabalho dos 37 locais de votação começou no domingo, 1º, e foi finalizado no dia 2, feriado de Finados.

Começamos no domingo, às 13h, e ficamos até 19h. Já no feriado, voltamos a fazer o trabalho às 13h e encerramos às 17h30. Com isso, os 37 locais de votação já podem contar com as urnas carregadas e conferidas com todos os candidatos para a próxima eleição que escolherá o prefeito, vice-prefeito e os 11 vereadores”, informou Araújo.

A carga das urnas é o momento em que são inseridos nos equipamentos o software de votação, dados dos candidatos do município, dados dos eleitores de cada seção eleitoral e também a mídia de gravação de resultados, onde serão registrados os votos dos eleitores. Durante o procedimento, são feitos testes de funcionamento de todas as teclas da urna e do terminal do mesário, testes de áudio, vídeo e da impressora que gera a zerésima e boletim de urna.Conforme informou o Chefe do Cartório Eleitoral de Passos, Alexandre Araújo, as urnas eletrônicas ficam armazenadas em sala especial dentro do Fórum, onde há vigilância 24h.

Também são realizados, por amostragem, testes de votação com os candidatos reais, para checar o funcionamento do sistema. Após realizadas todas as etapas, as urnas recebem diversos lacres, que garantem a sua inviolabilidade até a data da votação.

Em todas as zonas eleitorais, o procedimento é realizado por servidores do Tribunal Regional Eleitoral e acompanhado pelos chefes de cartório e juízes eleitorais. O trabalho pode ser fiscalizado por entidades como Ministério Público e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), além de representantes de outras entidades, imprensa e partidos políticos.

O diretor-geral do TRE, Maurício Melo, ressalta que as urnas eletrônicas são programadas para funcionarem somente no dia 15 de novembro, a partir das 6h, quando os mesários começam a preparar a seção eleitoral e emitem a zerésima. Outro fator de segurança mencionado por ele é a tabela de correspondência.

Cada urna tem um número de série que é associado ao número de uma seção eleitoral. No dia da eleição, os resultados são enviados para o Tribunal, e o sistema de totalização só recebe os votos de cada urna se houver correspondência entre o seu número de série e a mídia de resultados da seção vinculada a ela”, explica.

O promotor de justiça Marcelo Milagres acompanhou o primeiro dia de cargas das urnas de Belo Horizonte. Ele destacou que o Ministério Público participa de todas etapas do processo eleitoral, porque tem a missão de assegurar o regime democrático e a ordem jurídica.

O Ministério Público atua na função de fiscalização, para garantir ao eleitor a segurança, a lisura do processo eleitoral. A carga das urnas é uma fase importante. O eleitor pode ter a certeza de que as informações que estão sendo inseridas nas urnas são fidedignas, correspondem à realidade”, afirmou.

LEIA TAMBÉM: URNAS DO PLEITO ELEITORAL DE PASSOS JÁ TÊM CARGA OFICIAL DE CANDIDATOS