Destaques Geral

Unidade de Piumhi implanta plano de contingência estadual

28 de Maio de 2020

Diretora técnica da Santa Casa de Misericórdia de Piumhi, a médica Graciele Paiz, durante comunicado no Facebook. / Foto: Divulgação

PIUMHI – A diretora técnica da Santa Casa de Piumhi, a médica Graciele Paiz, divulgou nessa segunda-feira, 25, a adequação do hospital ao novo Plano de Contingência do Estado de Minas Gerais. Segundo a médica, foi ampliado para 29 o número de leitos para atendimento de pacientes com covid-19 pelo sistema de isolamento clínico.

De acordo com a médica, esses leitos são para pacientes estáveis.

Os pacientes com Síndrome Respiratória Aguda grave, que precisarem de suporte intensivo (UTI), vão ser entubados na nossa instituição e encaminhados para a Santa Casa de Misericórdia de Passos”, disse ela.

Dessa forma, com este plano de contingência estadual, o hospital de Piumhi continuará com os atendimentos normalmente, de modo que apenas casos graves serão transferidos.

A ideia inicial do Estado era escolher alguns hospitais para atendimento somente de pacientes com covid-19 e outros apenas para quadros clínicos, o que não aconteceu. Para a médica, a mudança no plano foi muito benéfica.

Com essa estruturação do Estado, apenas com os leitos clínicos, nós vamos conseguir atender toda a demanda que nós já atendemos, que já é responsabilidade da Santa Casa”, disse ela.

Assim, Graciele afirmou que os atendimentos às outras demandas continuarão normalmente, como as cirurgias de urgência. “As cirurgias eletivas também, conforme as orientações do Ministério da Saúde, nós estamos voltando gradativamente”, ressaltou a médica.

“Há pacientes que já estão aguardando muito tempo, ou que estão já prejudicados por ficar esperando”, disse ela.

Graciele também evidenciou o treinamento constante dos profissionais do hospital para se adequarem aos novos protocolos, tanto para o atendimento de pacientes com o novo vírus, como para os atendimentos corriqueiros.

Piumhi não possui nenhum paciente internado com suspeita ou confirmação de covid-19. O último se encontrava internado em leito clínico de isolamento desde o dia 15 e, com resultado negativo em teste feito pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), seu caso foi descartado.

O perfil epidemiológico do nosso município está muito diferente de alguns da nossa região. Isso não nos libera da responsabilidade de continuar com as medidas de segurança”, disse.