Destaques Política

Última sessão da Câmara de Passos, de despedidas e críticas ao executivo

15 de dezembro de 2020

Falando em nome dos artistas, Ricardo Piotto denunciou que os artistas passenses estão se sentindo prejudicados por causa dos empecilhos que estão sendo colocados para os artistas. / Foto: Divulgação

PASSOS – Foi a última, mas uma das mais longas sessões do legislativo passense a que foi realizada ontem na Câmara Municipal de Passos. Além da aprovação de alguns projetos de resolução em segunda votação e da utilização da tribuna livre por um grupo de artistas passenses que reclamavam o andamento dos benefícios da Lei Aldir Blanc, a última sessão da atual legislatura foi de despedidas e de um balanço de atividades dos vereadores, não faltando críticas à administração municipal.

O primeiro a se despedir foi o atual presidente da Casa, Rodrigo Maia – que não disputou a reeleição na Casa porque foi candidato a prefeito, não eleito.

Conseguiu realizar aqui muito mais do que imaginava possível e deixo a vida pública com o sentimento de dever cumprido. Foi uma honra ter convivido com todos vocês e posso assegurar sem medo de errar que a atual legislatura foi uma das melhores da história de Passos”, afirmou. Ele foi seguido nas despedidas pelas vereadoras Dona Cida e Isabel Ribeiro e pelo atual secretário da Mesa, o vereador Iran Parreira – que também não voltarão ao legislativo.

A vereadora Aline Macedo, que estará de volta à Casa, aproveitou sua despedida para assegurar que se mais não foi feito na atual legislatura não se pode culpar o legislativo, “mas por total incapacidade da administração municipal do atual prefeito”.

Ela citou, por exemplo, que na atual gestão o município de Passos perdeu verbas substanciais como os recursos de projetos como o Travessia, o da reforma do Ginásio Elzo Calixto Mattar, da reforma do Estádio Starling Soares, da Praça do Ceu, do empréstimo de R$ 14 milhões do Fimisa, além do abandono de várias obras espalhadas por toda a cidade, das operações de tapa-buracos que não foram realizadas, das cirurgias eletivas que não foram feitas, das quase 100 demissões dos servidores, da iluminação da avenida Sabiá, entre outras.

Não adianta nada ter dinheiro em caixa para deixar para o seu sucessor se a população foi e continua sendo prejudicada. Deixar de fazer obras em benefício do cidadão não é mérito de um administrador público, muito pelo contrário”, criticou Aline Macedo.

Outros vereadores que registraram suas despedidas da tribuna e fizeram balanço das atividades foram João Serapião, Alex Bueno e Raimundo Leandro. O atual líder do prefeito na Casa, Téo Lemos, que na sessão da semana passada tinha feito as suas despedidas, aproveitou o pronunciamento de ontem para anunciar também que está deixando o seu partido, o PSD:

deixarei meu cargo nesta Casa e também a minha filiação partidária, pois contiarei atuando como um cidadão de forma apartidária”, disse.


Tribuna

A implementação da Lei Aldir Blanc em Passos, instituída em âmbito federal, foi tema da tribuna livre na sessão de ontem da Câmara de Passos. Falando em nome dos artistas, Ricardo Piotto denunciou que os artistas passenses estão se sentindo prejudicados por causa dos empecilhos que estão sendo colocados para os artistas, por uma distribuição injusta e com falta de coerência legal na distribuição dos recursos.

Novamente em Passos estão sendo beneficiados aqueles que fazem parte da panelinha, enquanto aos reais necessitados são colocados as maiores dificuldades. Reconhecemos o esforço do Secretário Carlos Jorge, mas algumas pessoas que integram a comissão querem beneficiar apenas alguns artistas”, afirmou.

A dançarina Nathany França também usou da palavra e observou que além da comissão da Secretaria de Cultura, os artistas também formalizaram num boletim de ocorrência na semana passada as irregularidades que encontraram na comissão e do tratamento humilhante que receberam da advogada Andreia Andrade. Sobre o assunto, o vereador Téo Lemos, que preside a Comissão de Educação e Cultura da Câmara convocou uma audiência com autoridades municipais e artistas para a próxima sexta-feira.