Destaques Esporte

Uberlândia é declarado campeão do Inconfidência

6 de agosto de 2020

O Cruzeiro é cotado com o segundo time com chances de subir para a série a do campeonato brasileiro. / Foto: Divulgação (Site EBC)

BELO HORIZONTE – A final do Troféu Inconfidência entre Cruzeiro e Uberlândia, marcada para quarta-feira, 5, no Mineirão, foi cancelada pela Federação Mineira de Futebol (FMF). A decisão foi tomada depois que o clube do Triângulo Mineiro anunciou, na noite de terça-feira, que diversos jogadores estão infectados com o novo coronavírus.

A  FMF, em conjunto com Cruzeiro e Uberlândia, decidiu cancelar a final do Troféu Inconfidência de forma definitiva. Dessa forma, o time do Triângulo Mineiro será declarado campeão. Em ofício, a entidade destacou que o Cruzeiro abriu mão do título da competição.

Além disso, não existiam datas disponíveis para marcação de uma nova data para a realização da partida, devido à participação da Raposa na Série B do Campeonato Brasileiro. A Federação informou ainda que as semifinais do Campeonato Mineiro foram mantidas, pois Atlético-MG, América-MG, Caldense e Tombense não tiveram casos de covid-19 nos respectivos elencos, após exames realizados nesta semana.

De acordo com o ofício publicado pela FMF, por meio da Diretoria de Competições (DCO), o Uberlândia apresentou 13 casos de covid-19, mesmo que assintomáticos, nas duas últimas baterias de exame. Por meio de nota, o Cruzeiro confirmou que foi consultado pela FMF e concordou com a não realização da partida.

Uma das novidades do futebol mineiro em 2020, o Troféu Inconfidência foi criado a pedido dos clubes do interior, que tinham interesse em fazer mais jogos. O formato conta com confrontos entre o quinto e o oitavo e entre o sexto e o sétimo colocados da fase de classificação do Campeonato Mineiro. Após as semifinais, há decisão em jogo único – o empate leva a definição para a disputa de pênaltis.

 

Uberlândia foi declarado campeão do Troféu Inconfidência. / Foto: Divulgação