Destaques Esporte

Torcidas de Piumhi arrecadam doações

Por Laura Oliveira Hostalácio / Folha da Manhã com Onda Oeste FM

11 de agosto de 2020

Torcida galocanastra comemorando os litros de leite recolhidos durante a ação, na Praça Francisco Campos. / Foto: Divulgação

PIUMHI – Torcidas organizadas de Atlético-MG e Cruzeiro fizeram campanhas de arrecadação de doações para a Casa dos Velhinhos Grijalva Alves Terra, em Piumhi. A ação realizada pela GaloCanastra, no início deste mês, resultou em mais de 400 litros de leite para entidade. Já a Azurra conseguiu, no último fim de semana, cerca de 300 quilos de alimentos, além de diversas peças de roupas.

A GaloCanastra se reuniu na Praça Francisco Campos no dia 1º de agosto e arrecadou 402 litros de leite em apenas três horas. Conforme o integrante Alan Galant, o objetivo é continuar com as campanhas:

Fico muito feliz com tamanha solidariedade das pessoas. Se Deus quiser, faremos várias outras ações solidárias em nome da nossa torcida. Em meio a essa pandemia, temos pretensão de continuar ajudando as entidades da nossa cidade que estão passando por um período delicado”. Ele também ressalta que todos os cuidados foram tomados para evitar a transmissão do coronavírus.

Já no último sábado, 8, a Azzurra entregou cerca de 300 quilos de alimentos para a Casa dos Velhinhos. Além da variedade alimentícia, a doação também contou com aproximadamente 300 peças de roupas. Segundo Ricardo Oliveira Ferreira, enfermeiro da entidade, essas ações são de grande importância. “A casa vive de doações. A gente só tem o que agradecer”, disse.

As roupas recebidas serão vendidas no bazar da entidade, que é aberto todas as terças e quintas-feiras, das 7h às 17h. “A arrecadação é feita em forma de dinheiro para a Casa dos Velhinhos”, afirmou Ricardo.

Segundo o presidente da Azzurra, Elisângelo Cândido de Castro, outras campanhas já foram feitas pela torcida e, nessa oportunidade, o lar de idosos foi escolhido por unanimidade pelos torcedores.

Já vimos várias famílias saírem da Casa dos Velhinhos com uma cesta, realmente famílias que necessitam. Assim, decidimos passar para eles, que mesmo que não usem, saberão melhor direcionar esses alimentos e roupas que conseguimos”, salientou.