Destaques Do Leitor

Torcida para o novo ministro

16 de julho de 2020

O pastor Milton Ribeiro foi escolhido para comandar o Ministério da Educação. Atualmente, é pastor de uma igreja presbiteriana em Santos. Em seu brilhante currículo, consta um doutorado na USP e mestrado na Mackenzie. Estudou teologia, direito e educação, além de ser professor.
Milton tem tudo para ser um bom ministro, cuidando da política nacional de educação, ficando bem longe das grosserias políticas do presidente Jair Bolsonaro e das fofocas palacianas. Essa é, sem dúvida, a pasta mais importante, pois a educação é o primeiro passo para se chegar à civilização.

Milton Ribeiro terá um difícil caminho pela frente, após essa séria crise da Saúde e dos graves problemas econômicos decorrentes dela. Torcemos para que ele permaneça até o final do mandato presidencial, cessando essa interminável permutação no comando desse gabinete.
Desejamos êxito e que o resultado final seja um país um pouco mais instruído.

José Carlos Saraiva da Costa – Belo Horizonte/MG

Advogados frustrados

Mais um circo armado por alguns advogados, certamente, frustrados, contra um ex-magistrado no País! Na realidade, um esforço inócuo, no afã de impedir, que, fora da magistratura, brasileiros de grande reputação e competência passem a atuar como advogados. Assim, tentaram, e, felizmente, não conseguiram, com o probo ex-ministro e presidente do Supremo, Joaquim Barbosa.

E agora, pasmem, desrespeitando a Constituição, (que deveriam conhecer…) tentam na OAB, atropelar também esse direito ao ex-juiz e ministro da Justiça, Sérgio Moro. Esses advogados, assim como a própria OAB, melhor fariam, se insurgissem e penalizassem esse picareta do ex-advogado da família Bolsonaro, o Frederick Wassef, que escondeu o Fabricio de Queiroz, e, ainda, com suspeita de ter ligação com a milícia do Rio…

Paulo Panossian – São Carlos/SP