Destaques Esporte

Timão ganha cessão de rua, mas Covas veta perdão de dívida de R$ 22 mi

20 de janeiro de 2021

O clube paulista foi condenado a pagar indenização por usar o local como estacionamento. / Foto: Divulgação

SÃO PAULO – Foi sancionada, pelo prefeito Bruno Covas, de São Paulo, a lei que concede a rua em frente ao Parque São Jorge ao Corinthians, mas vetou o artigo que perdoava uma dívida de R$ 22,1 milhões do clube com o município. A decisão foi publicada no Diário Oficial da Cidade ontem, 19.

O processo no qual o Timão foi condenado a pagar R$ 22,1 milhões ao município vem desde 2010 e é referente à utilização da rua em frente ao Parque São Jorge como estacionamento. O lote foi cedido gratuitamente ao clube em 1996 por 99 anos.

Mas, na gestão de Kassab, o município entrou com uma ação de reintegração de posse, alegando irregularidades. Em 2015, o Corinthians tirou as grades que cercavam o espaço. A Câmara ainda pode derrubar os vetos de Bruno Covas.

O Corinthians informou, por meio da Assessoria de Imprensa, que já iniciou conversas com a prefeitura para chegar a um entendimento sobre o tema, em consonância com a setença emitida pela Justiça no fim do ano passado. O clube deve concentrar seus esforços agora no Programa de Parcelamento Incentivado (PPI).