Destaques Geral

Thomas Law recebe a Medalha Mérito Legislativo do Congresso Nacional

25 de novembro de 2021

Homenagem é concedida a pessoas e entidades que prestam serviços relevantes para o país./ Foto: Reprodução.

BRASÍLIA – A Câmara dos Deputados realizou, nesta quarta-feira, 24, uma sessão solene para a entrega da Medalha Mérito Legislativo. A homenagem é um reconhecimento público, que consiste na entrega de uma medalha e de um diploma de menção honrosa a cada indicado. Thomas Law, presidente do Instituto Sociocultural Brasil-China (Ibrachina) e presidente da Comissão Especial Brasil/ONU da OAB, foi agraciado após indicação do vice-presidente da Mesa Diretora, deputado federal Marcelo Ramos (PL/AM).

Além de Law, a lista de homenageados deste ano inclui o presidente da República, Jair Bolsonaro; o ministro de Relações Exteriores, Carlos França; o fotógrafo Sebastião Salgado; o presidente do STJ, Humberto Martins; o ministro do STJ, Reynaldo Soares da Fonseca, bem como outros políticos, empresários e médicos. O papa Francisco também foi indicado, sendo representado na cerimônia por um representante da Santa Sé no Brasil.

O presidente do Ibrachina recebeu a honraria das mãos do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP/AL).

“Agradeço à Câmara dos Deputados, em especial ao deputado Marcelo Ramos, pela lembrança do meu nome para receber a Medalha Mérito Legislativo. Para mim é uma grande alegria receber a maior honraria desta Casa. É um orgulho muito grande ter podido colaborar com ações em prol do Brasil”, disse Law.

A Medalha Mérito Legislativo foi criada em 1983, sendo conferida pela Câmara dos Deputados para condecorar autoridades, personalidades, instituições ou entidades, campanhas, programas ou movimentos de cunho social, civil ou militar, nacionais ou estrangeiros, que prestaram serviços relevantes ao Poder Legislativo ou ao Brasil.

OS HOMENAGEADOS

Em 2021, receberam a homenagem 32 autoridades e personalidades públicas. Em ordem alfabética, a lista traz os seguintes nomes:

Alex Machado Campos – diretor da 5ª Diretoria da Anvisa;
Alexandre Padilha – deputado federal, médico infectologista e ex-ministro da Saúde; Alexandre Soares dos Santos – empresário e filantropo;
Ana Lara Camargo de Castro – promotora de Justiça;
Aurélio Peres – ex-deputado federal;
Ayres de Almeida Silva Filho – servidor da Câmara dos Deputados;
Carlos Alberto Chaves (in memorian) – ex-secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro;
Carlos Alberto França – ministro das Relações Exteriores;
Carlos Siqueira – presidente nacional do PSB;
Carlos Ubiratan Garms – acionista da agroindústria;
Dimas Eduardo Ramalho – vice-presidente do TCE de São Paulo;
Efraim de Araujo Morais – ex-presidente da Câmara dos Deputados e secretário estadual do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca da Paraíba;
Gabriel Medeiros Vilar – presidente substituto do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação;
Fenacor (Federação Nacional dos Corretores de Seguros Privados e de Resseguros, de Capitalização, de Previdência Privada, das Empresas Corretoras de Seguros e de Resseguros).
Fernando Lyra (in memorian) – ex-deputado federal, ex-ministro da Justiça;

Humberto Martins – presidente do Supremo Tribunal de Justiça;
Jaceguara Dantas da Silva – procuradora de Justiça;
Jair Bolsonaro – presidente da República;
Joé Gonçalves Sestello – diretor-geral do Hospital Geral de Nova Iguaçu;
John Rodgerson – presidente da Azul Linhas Aéreas do Brasil;
Jorge Mario Bergoglio – papa Francisco;
José Eriberto Medeiros de Oliveira – presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco;
José Múcio Monteiro Filho – ex-ministro do Tribunal de Contas da União, ex-deputado federal;
Julio Cals de Alencar – presidente nacional da Cruz Vermelha Brasileira;
Ludhmila Abrahão Hajjar – médica cardiologista;
Luiz Carlos Bergamin – médico e ex-prefeito de Extrema (MG);
Major Darlan Dornelas de Carvalho – assessor de Relacionamento Institucional do Comando da Aeronáutica em Brasília;
Patrícia Gisele Torres – Cirurgiã dentista;
Paulo Reglus Neves Freire (in memorian) – educador e filósofo brasileiro.
Reynaldo Soares da Fonseca – ministro do Supremo Tribunal de Justiça;
Sebastião Salgado – fotógrafo;
Thomas Law – jurista e presidente do Ibrachina, da CNRBC e da CEBRAONU da OAB Nacional.