Destaques Esporte

Taça Passos

3 de dezembro de 2020

Depois de o Caram EC abandonar a Taça Passos de Futebol Amador, uma vez que, conforme a direção, os jogadores não queriam se expor ao risco do novo coronavírus, nesta semana foi a vez da diretoria da Ponte Preta tomar a mesma decisão. As razões que levaram o time a deixar a competição não foram reveladas oficialmente pela Liga Passense de Desportos (LPD) à imprensa. No entanto, tudo leva crer que o abandono tenha sido motivado pela goleada de 14 a 2 sofrida no último fim de semana, além de a equipe não mais ter chances de classificação para as quartas de final. De acordo com a tabela divulgada na semana passada pelo departamento técnico da LPD, a Ponte Preta enfrentaria o Novorizontino no próximo dia 5.


O que você também vai ler neste artigo:

  • Jogo adiado
  • Starling Soares
  • Flamengo
  • São Paulo

Jogo adiado

Os confrontos entre Comercial x Cascavel e Penha II x Santosa estão mantidos para o domingo, 6, às 8h30 e 10h30, respectivamente, no estádio municipal Virgílio Vasconcelos. Já São Jorge e Portuguesa se enfrentam às 15h30. Como os dirigentes do Palmeirinha e do Vira Copo não aceitaram entrar em campo às 13h30, a partida será reagendada. Sendo assim, a fase classificatória deverá ser finalizada no dia 12 ou 13 deste mês, e o torneio deve terminar no início de 2021.

Starling Soares

As obras de ampliação do comprimento dos bancos de suplentes no estádio municipal Geraldo Starling Soares devem ser concluídas nos próximos dias. De acordo com Juliano Benedito, o Carneirinho, responsável pela recuperação do gramado, falta rebocá-los e instalar as novas coberturas. “A parte de entijolamento está pronta”, garantiu. Sobre a reabertura do estádio para jogos dos times amadores de Passos, Carneirinho afirmou que ainda é cedo para prever exatamente a data em que o gramado estará totalmente recuperado: “Vou levar ao conhecimento do secretário de Esporte, Flávio Sarno, a atual situação.”

Flamengo

Atual campeão, o Flamengo está eliminado Libertadores. Na noite de terça-feira, 1º, o time rubro-negro perdeu nos pênaltis por 5 a 3 após empate por 1 a 1 com o Racing (ARG) no tempo regulamentar e acabou caindo nas oitavas de final. Logo após a partida, um grupo de aproximadamente 20 torcedores se reuniu na porta do Maracanã e protestou contra o time, sob olhares dos policiais. Os principais alvos do protesto foram Vitinho, Gustavo Henrique e o técnico Rogério Ceni, além de alguns dirigentes.

São Paulo

Após pouco mais de dois meses, o São Paulo pode ter todos os seus principais jogadores à disposição no Campeonato Brasileiro. Contra o Goiás, nesta quinta-feira, 3, às 19h, na Serrinha, Fernando Diniz só não deve contar com Walce e Liziero, lesionados e que retornam apenas no ano que vem. Isso não acontecia desde o dia 26 de setembro, no empate por 1 a 1 contra o Internacional, pelo Brasileirão.