Destaques Folha Motors

SUV Ford Ecosport sai de linha em definitivo e sem deixar sucessor

FOLHA MOTORS

18 de março de 2022

Ford Ecosport se despede oficialmente do mercado global./ Foto: Reprodução.

Chegou a hora de dizer adeus, em definitivo, ao Ecosport. Após anunciar seus novos planos de eletrificação, a Ford confirmou o fim da produção do SUV compacto globalmente. Aqui no Brasil, a marca norte-americana tirou o modelo de linha em janeiro de 2021. Logo depois, foi a vez da Índia perder o utilitário, quando a montadora anunciou o fechamento das fábricas no país asiático. Agora, ele também saiu de linha na Romênia, na fábrica de Craiova.

A unidade produzia o Ecosport desde 2017, e exportava o SUV para países europeus, da África, Ásia e Oceania. No entanto, de acordo com o site italiano Quattroroute, as vendas já não iam bem há um bom tempo. Para se ter uma ideia, em 2021, o SUV emplacou cerca de 31 mil unidades. Assim, a queda apenas acelerou o que já estava programado para acontecer. Afinal, a Ford está empenhada em investir nos modelos elétricos.

Com essa decisão, a fábrica romena, que já produz o Puma, passará por uma modernização para receber o projeto da variante elétrica do SUV, que está prevista para 2024. Vale dizer que, até o momento, a Ford mantém o projeto do modelo em segredo. Ou seja, não há detalhes. O que se sabe, apenas, é que esse não receberá a plataforma MEB da Volkswagen, que dará origem a outros dois veículos da marca do oval azul.

No início dos anos 2000, o EcoSport criou a categoria SUV compacto. Feito originalmente sobre a plataforma do Fiesta, ele foi pioneiro e, por muitos anos, surfou sozinho nas vendas. O modelo só foi ter um concorrente nas vendas em 2011, após a chegada do Renault Duster. Entretanto, após anos de sucesso, a 2ª geração não obteve o mesmo desempenho.

Em 2017, o SUV ganhou uma profunda atualização no visual acompanhada de novos motores e câmbio, mas não foi o suficiente para encarar a legião de SUVs que veio a partir de 2015, como Honda HR-V e Jeep Renegade. E o Ecosport sentiu o golpe.

Antes do fim da produção aqui no Brasil, o modelo tinha uma troca de geração prevista para o mercado. Inclusive, havia uma equipe brasileira no desenvolvimento. Mas tudo foi descartado com a decisão de fechar as fábricas no Brasil.

Na Europa, o EcoSport chegou apenas na 2ª geração em 2012, e teve um bom desempenho de mercado após a reestilização feita em 2018. Segundo o site italiano Quattroroute, o modelo emplacou 110 mil unidades na época, chegando aos 120 mil em 2019. No entanto, dali para frente ele despencou nas vendas da região.

Sem sucessor?

Antes do encerramento das fábricas da Ford no Brasil, havia esperança de que o EcoSport tivesse um sucessor, com base no Ka, que também foi aposentado. No entanto, o fim da produção nacional e as novas estratégias da marca acabaram fazendo com que o utilitário se despedisse do mercado sem deixar um substituto no lugar.

Vale lembrar que, no fim de agosto de 2021, flagras revelaram um novo Ford Ecosport com leves alterações de estilo na Índia. As imagens sugeriam que o SUV receberia nova plástica por lá. Entretanto, em seguida, a marca anunciou o fechamento de fábricas no país. Assim, a dupla Ecosport e Ka saiu de linha imediatamente, tal como ocorreu no Brasil.