Destaques Esporte

STJD rejeita recurso e técnico do Galo fica livre de gancho extra

15 de janeiro de 2021

Procuradoria recorreu na sentença de 1ª instância que já tinha inocentado Sampaoli. / Foto: Divulgação

BELO HORIZONTE – O técnico do Atlético-MG, Jorge Sampaoli, estava pendurado com dois cartões amarelos acumulados no Brasileiro e corria o risco de cumprir suspensão extra no clube. Entretanto, o argentino recebeu nova sentença favorável do STJD e está livre para comandar o Galo à beira do campo.

Sampaoli tinha sido denunciado pela Procuradoria-Geral do STJD por estar presente na goleada de 4 a 0 sobre o Flamengo, em novembro de 2020. Nessa partida, o treinador cumpria suspensão pelo terceiro cartão amarelo, mas foi flagrado no Gigante da Pampulha, inclusive utilizando aparelho celular.

Na denúncia a Procuradoria levantava duas hipóteses: ou fazia parte da delegação do Atlético ou não fazia parte da delegação do Galo e infringia a regra implementada pela pandemia da Covid-19, na qual restringe o acesso às praças esportivas.

Durante o julgamento de primeira instância, os membros do STJD não tiveram a mesma visão da Procuradoria e por falta de provas concretas, também absolveram o técnico de possível comunicação via celular com o analista de desempenho Diogo Alves, que também foi denunciado e igualmente inocentado.