Cidadania Destaques

SRE de Passos doa 3,8 toneladas de alimentos para baixa renda

31 de março de 2020

PASSOS – A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE) informou que enviou para todas as Superintendências Regionais de Ensino (SER’s) do Estado orientações referente aos alimentos estocados nas escolas estaduais. Considerando o Decreto de calamidade pública do Governo de Minas e a Deliberação do Comitê Extraordinário covid-19, que suspendeu, por tempo indeterminado, as atividades escolares na rede estadual de ensino, foi recomendada a doação de alimentos perecíveis adquiridos e em estoque nas unidades escolares, para famílias dos alunos da rede estadual beneficiárias do Programa Bolsa Família. A ação visa evitar o desperdício de alimentos, como também, reduzir o impacto imediato da ausência da merenda escolar, garantindo a alimentação aos estudantes mais vulneráveis de nossa rede.
De acordo com a superintendente da SRE de Passos, Lael Keller, a regional passou 3,8 toneladas de alimentos para algumas instituições que já receberam, como o Lar São Vicente de Paulo de Passos e de Alpinópolis, a Conferência São Vicente de Passos, a Associação Santo Agostinho de Passos, os Centros de Referência de Assistência Social de Delfinópolis, São João Batista do Glória e de Capitólio, o Lar São Vicente de Paulo, de Delfinópolis, a Conferência Nossa Senhora da Penha, de Passos, a Casa dos velhinhos Grjalva Alves Terra e Lar São Francisco, ambos de Piumhi, o Educandário Senhor Bom Jesus dos Passos, o Grupo Solidários, o Centro POP Padre Léo, o Banco de Alimentos, de Formiga, a Cantina Dona Bernadete, de Passos, departamento de Assistência Social de São José da Barra e Vargem Bonita e ainda para famílias carentes da comunidade escolar das cidades da regional.
Fazem parte da SRE de Passos as cidades de Alpinópolis, Bom Jesus da Penha, Capitólio, Carmo do Rio Claro, Córrego Fundo, Delfinópolis, Doresópolis, Formiga, Fortaleza de Minas, Passos, Pimenta, Piumhi, São João Batista do Glória, São José da Barra, São Roque de Minas e Vargem Bonita. Todos também vão realizar as mesmas ações.
“É importante ficar claro que os alimentos chegaram às famílias carentes também por meio das instituições por ser a melhor maneira de se estabelecer a entrega sem perigo de aglomeração e contágio”, afirmou Lael.
A superintendente da SRE de São Sebastião do Paraíso, Maísa Claudia de Mello Barreto afirmou que, conforme orientado pela SRE, as doações aconteceram para as famílias atendidas pelo Programa Bolsa Família. Segundo ela, os diretores receberam as orientações e, com ajuda de conselhos tutelares e secretarias municipais de assistência social, doaram os alimentos perecíveis
A regional de Paraíso é composta pelos municípios de Arceburgo, Capetinga, Cássia, Claraval, Guaranésia, Guaxupé, Ibiraci, Itamogi, Itaú de Minas, Jacuí, Juruaia, Monte Santo de Minas, Pratápolis, São Pedro da União, São Sebastião do Paraíso e São Tomás de Aquino.

Orientações

No documento, a SEE/MG orienta que a medida deve ser discutida com integrantes da caixa escolar e que seja elaborado um termo de doação, que deve ser assinado tanto pelo responsável pela doação e, também, por quem está recebendo os alimentos, além de informar a quantidade doada e o tipo de produto.
Desde o dia 23 de março, as aulas na rede estadual de ensino estão suspensas. O documento determinou o adiantamento de 15 dias de recesso escolar previstos no calendário escolar deste ano. Sendo assim, as escolas da rede pública estadual estão paradas até o dia
13 de abril.