Destaques Folha Motors

Smart Plus, nova versão do Creta é opção racional e bem equipada

28 de janeiro de 2021

Nova versão do SUV da Hyundai traz boa lista de itens de série e câmbio automático; Creta agrada em acabamento. / Foto: Divulgação

A Hyundai fez boas mudanças na linha 2021 do SUV compacto Creta. Alterou nomes, versões e uma das novidades foi a opção Smart Plus. Com preço sugerido a partir de R$ 93.990, ela se situa exatamente no meio entre as cinco versões disponíveis. São elas: Attitude, Action, Smart Plus, Limited e Prestige.


O que você também vai ler neste artigo:

  • Mais segurança no Creta
  • Nova geração
  • Espaço extra

Bem equipada, a Smart Plus, como “fiel da balança”, traz muito do que o público quer, sem apelar aos mimos de conforto que por alguns podem ser considerados supérfluos, como chave presencial e a key band, pulseira inteligente que substitui a chave para acesso e partida do motor do SUV. Mas ela traz, de série, rodas de liga leve de 17 polegadas, luzes diurnas de LEDs, central multimídia com TV digital e integração a Android Auto e Apple CarPlay. O ar-condicionado é automático e digital.

Mais segurança no Creta

Há ainda controles de tração, estabilidade e de velocidade de cruzeiro (piloto automático), assistente de partida em rampa, monitor de pressão dos pneus e câmera e sensores de obstáculos na traseira. O conjunto mecânico, no entanto, é o já conhecido motor 1.6 flexível de até 130 cv e 16,5 mkgf, quando abastecido apenas com etanol. A potência e o torque máximo são entregues a 6.000 rpm e 4.500 rpm, respectivamente. O câmbio é automático de seis velocidades com opção de trocas manuais na alavanca.

Esse trem de força atende bem às necessidades do Creta, mas em subidas e retomadas de velocidade, se o motorista quiser fôlego precisará pisar fundo no pedal da direita. Uma alternativa é baixar as marchas de modo manual.
Em termos de consumo, segundo informações do Inmetro, o Creta Smart Plus faz 7,1 km/l e 8,2 km/l na cidade e estrada, respectivamente, com etanol. Com gasolina os números vão para 10,1 km/l e 11,3 km/l. No geral, o SUV é, digamos, sedento.


Nova geração

A expectativa é de que, com a vinda da nova geração (foto abaixo), o SUV compacto adote o motor 1.0 turbo que está presente na linha HB20, de entrada da Hyundai no Brasil. E, se vier com a mesma calibragem, a potência é menor, mas o torque é maior e chega ao pico já a 1.500 rpm. Isso faz toda a diferença em retomadas e acelerações.

Por dentro, a versão Smart Plus adiciona aos itens já citados, volante revestido de couro e bancos com couro nas laterais e tecido na área central. O acabamento, como nas demais versões, não é o forte do Creta. Particularmente no painel e nas portas, o plástico duro à mostra deixa a desejar em termos de refino. Ainda mais se comparado com alguns dos concorrentes diretos.


Espaço extra

Por outro lado, o espaço interno do Creta é uma de suas armas mais importantes. Famílias que têm filhos mais velhos, ou seja, maiores, encontram mais espaço para as pernas no banco traseiro. Para quem viaja na frente o espaço é exemplar e, para o motorista, a ergonomia também, já que é fácil de encontrar com ajustes de altura e distância dos bancos, além de ajuste no volante. Os comandos são fáceis e o painel de instrumentos traz o essencial. Velocímetro e conta-giros são analógicos. Além do bom espaço interno, o Creta Smart Plus, como as demais versões do modelo, se destaca pelo bom porta-malas. São 431 litros de capacidade. Além disso, é fácil embarcar e desembarcar as bagagens.