Destaques Política

Sindicato quer 11,4% de reajuste para servidor público em Paraíso

27 de fevereiro de 2021

Prefeitura e Sindicato discutem reajuste dos servidores. / Foto: Divulgação

S. S. PARAÍSO – Representantes da Prefeitura de São Sebastião do Paraíso se reuniram com membros da diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Região Sudoeste (Sempre) para discutir a pauta de reivindicações da categoria, entre elas a proposta de reajuste salarial dos funcionários públicos e do valor do auxílio-alimentação.

A proposta do sindicato foi de 11,40% para os salários e R$ 100,00 de acréscimo ao valor pago atualmente (R$ 175,41) no auxílio-alimentação. Segundo a administração, o prefeito Marcelo Morais ofereceu 4,76% de reajuste e R$ 52 a mais no auxílio. A contraproposta será discutida em assembleia pelo sindicato.

O presidente do Sempre, Rildo Domingos da Silva, reconheceu a situação financeira do município e os efeitos restritivos impostos pela Lei Complementar 173, do Governo Federal — entre eles não conceder aumento de salários — e que inviabilizaram um acordo melhor. Contudo, ele destacou o empenho da atual gestão e também enfatizou o reajuste de R$ 52 ao auxílio-alimentação, que estava defasado. O prefeito informou ao sindicato que será feita uma consulta à Procuradoria-Geral do Município para ver se este valor não infringe a LC 173.

Segundo o prefeito, o município não pode dar ganho real ao servidor no ano de 2021 devido ao acordo feito entre Governo Federal, Estados e municípios para a ajuda financeira que eles receberam por conta da pandemia de covid-19. O levantamento do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foi de 4,76% para repor as perdas salariais.

Em relação ao auxílio-alimentação, se fôssemos aplicar o percentual de reajuste, aumentaria algo em torno de R$ 10, mas conseguimos propor o valor fixo de R$ 52. Entendemos que esse auxílio está defasado e, agora, o jurídico realizará o estudo para que possamos encaminhar o projeto para a Câmara”, disse.

Segundo a administração, o prefeito ressaltou os esforços que têm sido feitos pela municipalidade para quitar em dia o salário do servidor público, sem a necessidade de pagamento escalonado.

O nosso planejamento é realizar o pagamento salarial todo 5º dia útil e, se isto não ocorrer, é porque houve algum problema que inviabilizou, mas o nosso objetivo é manter desta forma para que isto vire uma rotina dentro do município”, completou. Em relação aos demais 34 itens da pauta, será agendada nova reunião para o início de março, onde serão debatidas todas as reivindicações.


Ampliação de empresa gera 341 novos empregos na cidade

S. S. PARAÍSO – Os diretores da Cremer estiveram reunidos ontem com o prefeito de São Sebastião do Paraíso, Marcelo Morais, e o secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo, Diego de Carvalho, para tratar dos últimos detalhes da doação de terreno para a ampliação da fábrica no município. Na oportunidade, o diretor industrial da empresa, Leandro Xavier, apresentou balanço das ações que a Cremer já realizou no município e que gerou, em 40 dias, 341 novos empregos, saltando de 292 em dezembro de 2020, para 633 em 25 de fevereiro deste ano.

Nos próximos dias, deve ser enviado à Câmara Municipal projeto de lei para a doação de área em que a empresa deve instalar a nova unidade. Em meados de janeiro, a administração municipal apresentou a área de quatro mil m² ao gerente industrial da empresa, Fernando Cresce, e ao diretor industrial, Leandro Xavier. O terreno está localizado no Residencial Santa Tereza e vai abrigar toda a divisão de plásticos da Cremer.

Segundo ressalta Diego Carvalho em 40 dias da atual gestão já foram gerados 341 novos empregos diretos, além dos indiretos.

Estamos fazendo um trabalho sério e nossa Secretaria está muito empenhada em conseguir fomentar mais empregos para Paraíso, isto com total respaldo do prefeito Marcelo Morais. É um trabalho de formiguinha, mas que estamos buscando fazer com muita seriedade e trabalhando muito para o bem da população”, ressaltou.

De acordo com Leandro Xavier, desde dezembro, quando foi feito o primeiro contato com o prefeito Marcelo Morais e apresentado projeto de ampliação da unidade da empresa em Minas Gerais, a Cremer sentiu muita segurança no município para o recebimento deste empreendimento.

Hoje prestamos contas da primeira parte do plano de negócios, em que geramos mais de 300 empregos, e estamos trabalhando para unificar nossas ampliações, o que fez com saíssemos de 291 empregos para mais de 600”, destaca.

Para o diretor industrial, gerar tantos empregos no município é motivo de muita alegria para a empresa, que sempre busca agregar valor onde implantam suas unidades. Ele ressalta ainda que São Sebastião do Paraíso sempre fez parte da história da empresa e poder contribuir com a geração de empregos é muito importante para a Cremer.

Segundo o prefeito Marcelo, hoje estamos entre os três maiores empregadores da cidade, e para nós isso é muito bom e reafirma o nosso compromisso de, enquanto companhia, geração de emprego e valor para a cidade. Sabemos o quanto a cidade é importante para nós e esta é uma via de mão dupla, e é de grande valia saber que contribuímos para o desenvolvimento local”.

Conforme o prefeito, após eleito, ele buscou dar garantias à empresa na busca de sua ampliação no município para a geração de empregos, principalmente diante do momento tão delicado que vivemos com a pandemia.

A Cremer tinha a intenção de levar essa ampliação para Pouso Alegre, e eu, junto com o vice-prefeito Daniel Tales, busquei dar a segurança necessária para que a empresa pudesse vir para a cidade e eles confiaram na gente. No começo de janeiro alugaram um barracão em Paraíso para dar início ao seu plano de ação, até então tinham 292 empregos gerados e passaram para 633”, destacou.

O prefeito ressalta, ainda, o impacto que isto trouxe para o município, já que foram 341 novos postos de trabalho criados em 40 dias.

Tudo isso porque demos a garantia de que eles poderiam vir que faríamos o trâmite correto para gerar esses empregos. Tudo ocorreu conforme esperávamos e foi a chance que tivemos de gerar um impacto positivo no município para esse pós-pandemia. É o que a nossa Administração quer: gerar empregos e dar facilidades para que mais empresas possam vir para a nossa cidade. Ficamos felizes com isto, porque nossa população precisa ser cuidada, e estamos preocupados com o bem-estar de cada um. Mais coisas boas estão por vir”, completou.