Destaques Esporte

Setor ofensivo do América tem queda de produção na Série B

20 de agosto de 2020

O Cruzeiro é cotado com o segundo time com chances de subir para a série a do campeonato brasileiro. / Foto: Divulgação (Site EBC)

BELO HORIZONTE – O América tem sofrido com a queda de produção no setor ofensivo no início desta Série B do Campeonato Brasileiro. Diferentemente das demais competições disputadas pela equipe no ano, os atacantes ainda não balançaram as redes na Segundona.

Até o momento, o Coelho soma apenas dois gols em quatro jogos pela Série B. O lateral-esquerdo João Paulo garantiu a vitória americana por 1 a 0 contra a Ponte Preta, na estreia. Já o volante Juninho marcou no empate por 1 a 1 com o Operário-PR, pela 3ª rodada. Por outro lado, durante o Campeonato Mineiro, os atacantes foram responsáveis por 14 dos 20 gols do Coelho (70%). Já pela Copa do Brasil, todos os tentos da equipe foram marcados por jogadores de ataque: Rodolfo (2) e Felipe Augusto (1).

A baixa produtividade ofensiva do América começou na reta final do Campeonato Mineiro. À época, o técnico Lisca chegou a criticar o desempenho americano na derrota por 2 a 1 para o Atlético, no primeiro jogo da semifinal do Estadual. Na segunda partida, o Coelho foi superado pelo placar de 3 a 0. Artilheiro do América no ano, com seis gols, o atacante Rodolfo espera que o momento de baixa ofensiva não perdure por muito tempo. Na última segunda-feira, 17, o ataque alviverde esbarrou na boa atuação do goleiro do Juventude no empate por 0 a 0, em Caxias do Sul.

Acho que a gente está sendo bastante eficaz, mas está faltando o gol sair. Na hora que sair o primeiro, a gente vai desencantar e vai começar a vir mais gols. Mas, nessa partida contra o Juventude, é preciso dar o mérito ao goleiro deles também, que esteve em uma noite feliz”, avaliou.

O desgaste físico e as lesões também têm preocupado o América no começo da Série B. Vice-artilheiro do time na temporada, com cinco gols, Ademir ainda não fez sua estreia na Segundona. Ele se recupera de uma lesão muscular na parte posterior da coxa esquerda.

Assim como ele, o atacante Felipe Augusto também segue em tratamento de uma lesão muscular na coxa esquerda. O artilheiro Rodolfo, já recuperado de um estiramento no ligamento do joelho direito, também ficou de fora da estreia do Coelho na competição.

Apesar dos problemas, o América segue em busca de uma arrancada no início da Segundona. Para tentar reverter a situação, o time americano medirá forças com o Oeste-SP, às 19h15 de sexta-feira, 21, no Independência, em Belo Horizonte, pela quinta rodada.