Destaques Economia

Serviços, agropecuária e indústria puxam retomada do emprego na região em 2021

Por Talita Souza / Especial

3 de Maio de 2021

Foto: Divulgação

PASSOS – Os segmentos de serviços, agropecuária, e indústria foram os principais geradores de emprego no primeiro trimestre de 2021 na região. Juntos, eles foram responsáveis por 1.808 dos 2.202 novos postos de trabalho com carteira assinada criados entre janeiro e março em 26 municípios analisados.

De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o setor de serviços lidera nos três primeiros meses do ano, com saldo de 670 novas vagas, seguido pela agropecuária (639), indústria (499), comércio (346) e a construção (48).

Após o início da pandemia do novo coronavírus, o mercado de trabalho na região teve retração na indústria, que fechou 2020 com saldo negativo (-294), e números baixos na agropecuária (174 novas vagas criadas no ano) e nos serviços (115 novos postos de trabalho no período).

Passos, que teve geração de 553 novas vagas na agropecuária, e Paraíso, com 508 novos postos de trabalho na indústria, se sobressaem no balanço do emprego no primeiro trimestre do ano. No segmento de serviços, Capitólio, com saldo de 175 novas vagas criadas, Passos, com 167, e Paraíso, com 122, apresentam os melhores desempenhos nos três primeiros meses. No comércio, Passos, com 100 novos postos de trabalho, e Paraíso, com 87, também se destacam no período.

Na indústria, Paraíso, com saldo de 508 novas vagas, Ibiraci (79), Claraval (71), Pratápolis (68) e Cássia (61) lideram a geração de empregos. No setor de construção civil, os únicos municípios que tiveram balanços positivos na geração de emprego foram Passos (68), Piumhi (21), Paraíso (16), Capitólio (13), São José da Barra (13), Cássia (5), Ibiraci (5), São Roque de Minas (2), Nova Resende (1) e São Tomás de Aquino (1).