Agronegócio Destaques

Sebrae e CRMV-MG firmam parceria para levar tecnologia ao campo

20 de novembro de 2020

Foto: Divulgação

BELO HORIZONTE — O Sebrae Minas e o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de Minas Gerais (CRMV-MG) firmaram parceria para promover o maior acesso de pequenos produtores rurais do estado a soluções de melhoria genética do rebanho. O convênio entre as instituições foi assinado na última quarta-feira, 18, pelo diretor técnico do Sebrae Minas, João Cruz e o presidente do CRMV-MG, Bruno Divino Rocha.


O que você também vai ler neste artigo:

  • Acesso à tecnologia
  • Sebrae Minas também realiza a Semana da Beleza Digital

Com a parceria, o Sebrae Minas passa a contar com a assessoria técnica e operacional do CRMV-MG na validação dos processos da solução Fertilização in Vitro (FIV), executada por meio do programa Sebraetec – Serviços em Inovação e Tecnologia pelas empresas e entidades credenciadas. “O CRMV vais nos apoiar tecnicamente, sobretudo trazendo uma visão moderna de integridade e de compliance”, explica João Cruz.

Atualmente, 120 médicos veterinários, ligados a 16 prestadoras de serviço do Sebraetec, atendem 951 pequenos produtores em Minas Gerais com a solução FIV. “Com o apoio do Conselho, temos a certeza de que esse recurso que o Sebrae está aplicando será realmente utilizado de forma transparente e direcionada para promover a inovação tecnológica das pequenas propriedades rurais, por meio do melhoramento genético do rebanho”, destaca Cruz.

Para o presidente do CRMV-MG, Bruno Rocha, a parceria entre as duas instituições aumenta a credibilidade das soluções tecnológicas que estão sendo oferecidas aos pequenos produtores do estado pelo Sebraetec. “O nosso papel é o de garantir a qualidade da prestação do serviço aos produtores. Ele terá a certeza de que está fazendo uma parceria com um laboratório que foi averiguado pelo Conselho, que tem registro regular e capacidade técnica”, afirma.

Acesso à tecnologia

A proposta do Sebraetec – FIV é estimular a utilização, pelos pequenos produtores, de técnicas que contribuem para o aumento da produtividade e o nascimento de animais geneticamente superiores. O programa subsidia em 80% o serviço de reprodução assistida nos rebanhos, o que favorece o acesso do segmento às tecnologias que possibilitam maior produtividade e competitividade.

O serviço de fertilização in vitro ainda é concentrado em grandes e médias propriedades, por conta do alto custo de sua execução. “Os pequenos produtores foram alijados ao longo do tempo de acessar essa tecnologia. O Sebraetec-FIV beneficia o segmento, promove o melhoramento genético, o desenvolvimento tecnológico e a inovação no setor, além de criar oportunidades de trabalho para diversos profissionais e empresas, que também são pequenos negócios”, destaca o diretor técnico do Sebrae Minas, João Cruz.


Sebrae Minas também realiza a Semana da Beleza Digital

BELO HORIZONTE – Ainda em relação ao Sebrae Minas, entre os dias 23 e 26 de novembro, o serviço irá realizar a “Semana da Beleza Digital”. O evento é gratuito e será realizado 100% on-line, os interessados poderão se inscrever por meio da plataforma do Sympla.

Nós vamos abordar temas essenciais para o segmento, as oportunidades e os desafios gerados pela nova realidade ocasionada pela pandemia do Novo Coronavírus e a importância deste setor na economia”, comenta o analista do Sebrae Minas, Denis Magela.

De acordo com Sebrae Minas, na região Centro-Oeste de Minas o setor de beleza conta com mais de 8.300 empresas de micro e pequeno porte e é o mais vulnerável perante à crise causada pelo novo coronavírus. Entre os temas que serão abordados durante o evento estão os novos modelos de negócio que demonstrará as tendências para salões e barbearias e a precificação de serviços a partir das adequações necessários para garantir a segurança e prevenção durante a realização dos trabalho.

LEIA TAMBÉM: Crise da Casmil repercute negativamente entre dirigentes