Destaques Geral

Santa Casa não tem registro de óbitos por covid entre funcionários

Ézio Santos / Especial

9 de junho de 2021

Foto: Reprodução

PASSOS – Passados quase um ano e três meses do início da pandemia no Brasil, a Santa Casa de Passos não registrou nenhum óbito de funcionários em decorrência da covid-19. Desde 12 de abril de 2020, quando foi confirmado o primeiro caso da doença no município, o hospital teve somente casos de trabalhadores que testaram positivo.

“O fato é motivo de vitória para todos nós. Temos investido muito em Equipamentos de Proteção Individual (EPI) da melhor qualidade, e treinamentos constantes para todos que estão na assistência a pacientes com a terrível doença, o que aumenta a segurança dos profissionais nos demais setores do hospital, garantindo assim menores índices de exposição ao vírus”, afirmou a enfermeira do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (Sesmt) Aline Oliveira Russi Pereira.

Os números apontam que ano passado, 131 profissionais foram infectados pelo novo coronavírus e que todos estão recuperados. Nos cinco primeiros meses de 2021, houve aumento de 58,78% nos casos, ou seja, 208 pessoas infectadas. Dos 339 que apresentaram sintomas leves, moderados ou graves da doença, hoje, apenas 10 estão afastados de suas funções e em recuperação. A Santa Casa possui atualmente, 2.200 colaboradores, incluindo os terceirizados.

A Assessoria de Imprensa da Unimed Sudoeste de Minas, mantenedora do Hospital Unimed, informa que desde o início da pandemia optou por prestar toda e qualquer informação somente aos órgãos competentes.

“Não divulgamos boletins e informações sobre pacientes. Assim, qualquer informação deve ser solicitada ao Setor de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde”.

Vacinas

No início de abril, três meses após o início da vacinação contra a covid-19, dados preliminares revelam que os óbitos provocados pela doença caíram significativamente entre os profissionais da Saúde em Minas Gerais (48% entre janeiro e abril). De acordo com os boletins epidemiológicos da Secretaria de Estado de Saúde (SES), a média diária de vítimas do coronavírus entre toda a população de Minas Gerais aumentou 49% em março e 72% em abril, na comparação com o mês anterior. Entre os profissionais de Saúde, a SES registrou queda de 11% e 41% no mesmo período. Os dados não detalham quantas pessoas atuavam diretamente no atendimento a pacientes com covid-19.

O número médio de vítimas confirmadas entre os trabalhadores da saúde tem caído, progressivamente, de 7,5 por dia em janeiro para 3,9 em abril. Entre a população em geral, a média de óbitos foi de 102 para 319 mortes diárias no Estado no mesmo período. Em relação ao total de óbitos em Minas, os profissionais da saúde eram 7,5% das vítimas da covid-19 no acumulado até o início deste ano, e passaram a representar 3% dos óbitos registrados de fevereiro para cá. Desde o início da pandemia, foram confirmadas ao todo 1.596 mortes por covid-19 entre os trabalhadores do setor.