Destaques Geral

Saae perde 32% da água tratada para ‘gatos’ e vazamentos

Por Mayara de Carvalho / Redação

15 de março de 2021

O órgão registrou perda de 32%, o que equivale a um prejuízo de 320 mil litros de água por mês. / Foto: Divulgação

PASSOS – Quase um terço da água tratada pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Passos é perdida em vazamentos ou consumida por meio de ligações clandestinas, também conhecidas como “gatos” na rede de abastecimento. Segundo a autarquia, nesta sexta-feira, 12, o órgão registrou perda de 32%, o que equivale a um prejuízo de 320 mil litros de água por mês. No ano passado, o Saae registrou mais de mil ligações clandestinas na cidade.


Foto: Divulgação

Você também pode gostar de: Mais de 3 mil de pessoas na região já declararam imposto

Em caso de constatação de “gato”, a autarquia suspende o fornecimento de água, aplica multas e registra um boletim de ocorrência para abertura de processo por furto de água, afirma o diretor do Saae de Passos, Esmeraldo Pereira Santos.

É um furto e é uma infração. O Saae tem toda a autonomia para aplicar penalidades, multas e, até mesmo, a retirada do hidrômetro do morador quando o problema se repete”, disse Santos. Segundo ele, a multa é de R$ 769,66, na primeira vez, e, em caso de reincidência, o valor dobra. “Em determinados casos, fazemos o corte direto no ramal, que fica na rua”, disse o diretor.

De acordo com a autarquia, mesmo sem conseguir mensurar o valor financeiro em números devido à falta de medição do consumo nas ligações clandestinas, o prejuízo econômico sendo pago pelos consumidores regulares do abastecimento de água.

Situações como esta fazem com que nossa equipe tenha que se deslocar até o local, fazer todo o trabalho de recorte, e pagar a hora trabalhada do funcionário, além do custo de produção. No final acaba tendo de ir para o custeio e quem paga o prejuízo é a própria população”, contou o diretor.

Segundo ele, bairros periféricos e conjuntos habitacionais são os locais onde o problema das ligações clandestinas é mais recorrente.

Temos bairros onde nossa equipe é ameaçada. Tem pontos que não podemos entrar. Temos que levar a polícia junto, o que cria um clima pior, pois, nem sempre, a polícia pode estar junto com os funcionários da autarquia”, disse.

Segundo ele, é preciso haver um trabalho de conscientização para que as pessoas saibam sobre esse tipo de situação e sobre as perdas que acarretam.


Tarifa Social

Foto: Divulgação

O diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Passos, Esmeraldo Pereira Santos, afirma que para as pessoas que estão com dificuldade em pagar a conta de água e em vulnerabilidade social a autarquia oferece a Tarifa Social.

Essa ação que fazemos em parceria com a Prefeitura de Passos vem para promover famílias carentes. As famílias que se cadastram podem ter até 49,9% de desconto nas contas de água para aquelas que possuem renda per capita de até meio salário mínimo”, disse o diretor.

Para ter acesso ao benefício é preciso que o consumidor procure o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) para realizar o Cadastro Único e a avaliação. Também é necessário estar com os documentos pessoais e cópias de carteira de identidade, CPF, holerite, extrato de benefício do INSS, comprovante de residência atualizado, título de eleitor, certidão de nascimento ou casamento e declaração escolar de todos que moram na casa.