Destaques Geral

Saae investe R$4,3 mi na ampliação de estação de tratamento em Passos

Por Ézio Santos / Redação

3 de fevereiro de 2021

Desde a inauguração da estação, em maio de 2008, o município atingiu 77% no tratamento de resíduos. / Foto: Divulgação

PASSOS – O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Passos, em parceria com a administração municipal, autorizou o início da obra de ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), orçada em R$4,38 milhões. O investimento faz parte do projeto da autarquia para atingir 100% em tratamento.

Os trabalhos tiveram início em meados de janeiro e são realizados pela Target Engenharia Civil e Elétrica Ltda, de Santa Bárbara D’Oeste (SP). A previsão de conclusão é entre seis e oito meses. Consta no contrato de prestação de serviço, a construção de um módulo para abrigar três reatores exclusivos de tratamento biológico de esgotos baseado na decomposição anaeróbica da matéria orgânica. Consiste em uma coluna de escoamento ascendente, composta de zonas de digestão, de sedimentação, e o dispositivo separador de fases gás-sólido-líquido.

O diretor-geral do Saae de Passos, Esmeraldo Pereira Santos, disse que o estágio atual da obra ainda é a fundação das sapatas.

É o pontapé inicial para que, no máximo em oito meses, os três reatores estejam prontos para entrar em operação. Mas o nosso maior desafio ainda está por vir, que é a construção de duas elevatórias e os emissários que vão enviar para a ETE o esgoto que ainda não é coletado”, detalhou.

Desde a inauguração da estação, em maio de 2008, são despoluídas e desejadas no ribeirão Bocaina 77% das águas residuais domésticas e industriais captadas na cidade. A ampliação da ETE será feita com recursos próprios.

Acredito que até o final de 2024, deixaremos concluída a obra de construção da rede subterrânea que vai levar todo o esgoto sanitário para tratamento. Hoje, já temos dinheiro suficiente para colocar os novos reatores em funcionamento. Agora, o nosso maior desafio é continuar a captação de recursos com o propósito de sempre investir em prol da população, além de alcançarmos as cifras de aproximadamente R$ 14 milhões para que o esgoto que ainda é descartado nos córregos que cortam partes da cidade seja 100% coletado e tratado”, declarou o diretor.

A área edificada que forma a ETE do Saae de Passos, que possui seis reatores com capacidade de tratar 12 milhões de litros de material orgânico por dia, está localizada na margem direita da estrada rural sentido Passos e a extinta Usina Açucareira Rio Grande, distante cerca de 800 metros do perímetro urbano.