Destaques

Roubos e furtos caem 20,83% em Passos

Por Nathália Araújo / Especial

13 de agosto de 2020

Foto: Divulgação

PASSOS – O número de ocorrências relacionadas a roubos e furtos diminuiu significativamente entre os meses de janeiro e agosto em Passos. Na comparação com o mesmo período do ano passado, a queda foi de 20,83%. Os registros passaram de 715 a 566. O levantamento foi realizado com base nos dados fornecidos pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (Sejusp-MG).

Para o capitão da Polícia Militar e chefe da Seção de Emprego Operacional, Thiago Henrique Salgado, muitos fatores contribuíram para a diminuição das ocorrências.

O policiamento está mais forte e com operações mais incisivas. Além disso, a pandemia do novo coronavírus também influenciou, uma vez que existem as medidas de isolamento social e o benefício do Auxílio Emergencial, que atende a muitos cidadãos”, explicou.

As 16 câmeras de videomonitoramento especializado, instaladas na região central da cidade, também têm sido essenciais para o desenvolvimento do trabalho policial.

O olho vivo é muito importante para a fiscalização e patrulhamento, porque funciona como se existissem viaturas naqueles locais, em tempo integral. Nas áreas que contam com esta tecnologia, a incidência de crimes teve queda expressiva e isso é muito bom para a nossa comunidade”, ressaltou o capitão.

As imagens captadas pelas câmeras da PM são transmitidas para a sala que sustenta todo o sistema do Centro de Operações da Polícia Militar (Copom). Este setor também é responsável pelo recebimento das denúncias por meio do 190. Para monitorar as câmeras, o local recebe profissionais militares e da sociedade civil, que acompanham as áreas de diversos ângulos, 24 horas por dia, e, em casos de irregularidade, as informações são compartilhadas com as viaturas.

Com o objetivo de aumentar a segurança dos cidadãos passenses, a PM, junto ao Legislativo municipal, solicitou uma verba pública para criar uma espécie de “muralha virtual” em 11 pontos de entrada e saída da cidade. Nesse caso, haverá câmeras com um software capaz de identificar placas de carros e, assim, se houver alguma denúncia envolvendo o veículo, os policiais recebem um alerta. O projeto já foi aprovado e agora está em processo de licitação para a compra dos equipamentos.