Destaques Geral

Roteiros da Fé: Igreja Presbiteriana, 111 anos em Passos

Por Adriana Dias / Da Redação

16 de janeiro de 2021

Foto: Douglas Arouca

PASSOS – Em Passos, existem mais de 300 denominações religiosas evangélicas, e, para homenagear os fiéis que professam a fé nestas variadas igrejas, a série Roteiros da Fé, escolheu a Igreja Presbiteriana de Passos, uma das mais antigas, com 111 anos realizando trabalhos na cidade. Para abrilhantar o vídeo, convidamos as três irmãs, do grupo musical ThreeSis, Isabella Marinho, Giovanna Marinho e Micaella Marinho – esta finalista do The Voice Brasil em 2018 -, para fazer o fundo musical com a canção “Amazing Grace”, um dos mais conhecidos hinos cristãos, datado do século XVIII, cuja letra expressa o anseio por paz e alegria concedidas pela Graça de Deus.


O que você também vai ler neste artigo:

  • Histórico
  • Templo
  • Membros do Grupo ThreeSis também se dedicam ao estudo da Medicina

Conforme o pastor presidente do Conselho, o reverendo Moisés Coelho Castro, o início dos trabalhos da igreja se deu em 13 de agosto de 1909. E, a organização oficial foi em 10 de fevereiro de 1940. A igreja fica no centro de Passos, na rua Neca Medeiros, 133. Atualmente a equipe pastoral é composta pelos também pastores Leonildo Alves de Oliveira e Rômulo Leitão da Silva Stockler.

De acordo com Castro, a Presbiteriana de Passos é uma igreja local filiada à Igreja Presbiteriana do Brasil, que tem como Presidente do Supremo Concílio o Reverendo Roberto Brasileiro, que coordena nacionalmente os trabalhos presbiterianos em todo o país.

No âmbito regional, a Igreja de Passos faz parte do Presbitério Vale do Rio Grande, que compreende a região que abrange as cidades de Monte Santo de Minas, São Sebastião do Paraíso, Cássia, Pratápolis, Itaú de Minas, Passos, São João Batista do Glória, Fortaleza de Minas e no bairro Furnas, da cidade de São José da Barra. Cada Igreja local possui sua administração própria e autonomia para se desenvolver”, explicou o pastor.

Em Passos, existem 8 igrejas locais, que são a Igreja Presbiteriana de Passos, a Igreja Presbiteriana do Jardim Bela Vista, a Igreja Presbiteriana do Jardim Planalto, a Igreja Presbiteriana de Coimbras, a Igreja Presbiteriana Betel, a Igreja Presbiteriana do Jardim Itália e a Igreja Presbiteriana do Muarama. “Vinculada à Igreja Presbiteriana de Passos, temos a Congregação Presbiteriana em Fortaleza de Minas, que está em fase de implantação”, informou Castro.

O templo atual, em que se reúnem os fiéis no centro tem capacidade normal de público de 350 pessoas confortavelmente sentadas em bancos. Em eventos especiais, é possível abrigar cerca de 400 pessoas, dispondo cadeiras em espaços vagos. O templo foi construído em uma área aproximada de 2.700 m2.

Toda esta área foi adquirida pela Igreja. No ano de 1928, a Missão Presbiteriana Oeste do Brasil, então responsável pelo trabalho presbiteriano em Passos, adquiriu uma casa, hoje, situada na Rua Coronel Neca Medeiros, para abrigar a congregação. A curiosidade é que, à época, o nome da rua era João Pessoa. No ano de 1947, a senhora Maria Anunciação Pádua doou à Igreja de Passos uma área ao lado da casa que já pertencia à comunidade presbiteriana de Passos e que possibilitou a construção e término do templo no ano de 1949. A construção na Rua Neca Medeiros abrigou os cultos de 1949 até 2002, quando passou para o novo templo, no mesmo terreno. Em 2016, a Presbiteriana adquiriu outro terreno, cerca de 900 m2, ao lado da área que já possuía e que, atualmente, abriga o estacionamento, também, na mesma rua”, explicou Castro.

Histórico

Em 13 de agosto de 1909 foi realizada a primeira Conferência Presbiteriana em Passos, na Câmara Municipal pelo Reverendo André Jensen.

Nesse período, Passos representava um campo missionário conhecido como Paraíso, pois abrangia uma vasta região desde Monte Santo de Minas, São Sebastião do Paraíso, Guaxupé e Passos. A Missão Oeste do Brasil era responsável por esse campo missionário. Uma curiosidade é que essa primeira conferência foi autorizada pelo Coronel Neca Medeiros, que precisou garantir a ordem e segurança para a realização do trabalho presbiteriano à época. O interessante é que, hoje, a Igreja está localizada na Rua Cel. Neca Medeiros”, alertou Castro.

Conforme a documentação da igreja, de 1909 a 1921, o Campo Missionário não possuía um local específico para cultos e reuniões. As conferências e reuniões eram feitas em locais públicos ou em casas de pessoas simpáticas à fé presbiteriana na cidade.

Em 1921 a primeira Sala de Cultos foi aberta na Avenida dos Expedicionários, no Centro de Passos sendo aberta pelo missionário Paulo Valetim, sob a orientação da Missão Oeste do Brasil.

Valetim organizou a primeira sala de cultos em uma casa alugada para esse fim na chamada Primeira Chapada, próximo à atual Praça do Rosário. Já no dia 27 de dezembro de 1925, um grupo de pessoas contrárias à fé reformada e à Igreja Presbiteriana invadiu essa casa e destruiu a Sala de Cultos, queimando o local, destruindo-o totalmente. Na ocasião, cidadãos ilustres de Passos ajudaram os crentes presbiterianos, oferecendo proteção, entre eles Lourenço Ferreira de Andrade, Washington Álvaro de Noronha e Lázaro Pereira”, contou Castro.

Deste fatídico dia até abril de 1926 os trabalhos foram interrompidos. Até que o reverendo Eduardo Lane, responsável pela Igreja de Passos reiniciou os trabalhos na residência do irmão Antônio de Anchieta, próximo à antiga Cadeia, nas proximidades da atual Rua Gonçalves Dias.

A partir de 1928 houve a compra da casa na Rua Coronel Neca Medeiros, onde as reuniões e cultos da Igreja passaram a acontecer. No dia 10 de fevereiro de 1940, sob a direção do reverendo Joaquim Machado, a Igreja Presbiteriana de Passos, depois de um tempo de trabalho missionário, foi oficialmente organizada em Comunidade Local. E, em razão da oficialidade desta data, quando a Igreja deixa de ser campo missionário e se torna Igreja Local Organizada, o dia 10 de ferreiro de 1940 é celebrado como data de aniversário da Igreja”, lembrou o pastor presidente.


Templo

Em 1949 foi realizado o término da construção do templo, sob a liderança do reverendo Jairo Borges. Esse templo serviu para abrigar a Igreja até o ano de 2002. Em 1989 foi iniciada a construção do Edifício de Educação Religiosa e Salão Social. E, de 1987 a 1989, sob a liderança do reverendo Antônio Lemos da Silveira, a Igreja construiu, nos fundos do templo antigo, um edifício escolar, que, atualmente, abriga o Colégio Objetivo de Passos, e um salão social, que, em 2002 foi adaptado para abrigar o Novo Templo da Igreja. Em 2002 foi inaugurado o atual Salão de Cultos, sob a liderança do reverendo Carlos Ferreira Júnior, onde abrigam os cultos até a data de hoje.

Sobre os trabalhos e celebrações realizados na Presbiteriana de Passos, Castro explica que são diversos.

Temos a Escola Bíblica Dominical aos domingos, às 9h, com o estudo dirigido das Escrituras do Antigo e do Novo Testamento. Há uma ampla programação educacional para crianças, adolescentes, jovens e adultos. Temos ainda o Culto Solene, aos domingos, às 19h quando a Igreja se reúne para adorar a Deus em culto público solene, com pregações e celebrações. Fazemos a Celebração da Santa Ceia, que acontece mensalmente, a Igreja celebra o sacramento da Eucaristia ou Santa Ceia, relembrando o Sacrifício Redentor de Jesus Cristo, compartilhando o pão e o cálice em memória do Cordeiro que foi morto pelos pecados humanos”, disse o pastor.

A igreja realiza ainda as celebrações de Batismo, de Casamento, Estudos Bíblicos, Reuniões de Oração e outras reuniões, tais como reuniões de oração; de homens, de mulheres, de crianças; encontros de jovens e adolescentes. Além das programações especiais: em comemoração a datas especiais, a Igreja, também, realiza musicais, cantadas. Para isso, a conta com diversos grupos organizados, como o Conjunto Coral, Grupos Musicais, Ministérios de Louvor e também Grupos de Teatro.

O projeto Roteiros da Fé foi idealizado e produzido pela jornalista Adriana Dias, conta com as imagens e filmagens de Douglas Arouca, músicas ao violão de Celso Faria, gravação e mixagem de Denilson César dos Reis e criação do logo de Armando Vidigal. O vídeo desta igreja contou com a participação das irmãs do grupo musical ThreeSis e pode ser visto em https://clicfolha.com.br/folhaplay/roteiros-da-fe-igreja-presbiteriana-de-passos/


Membros do Grupo ThreeSis também se dedicam ao estudo da Medicina

PASSOS – As três irmãs cantoras, do grupo musical ThreeSis, Isabella Marinho, Giovanna Marinho e Micaella Marinho cantam desde a infância, descobrindo também o talento e o privilégio de cantarem “entre irmãs”, nas cantatas da Igreja Presbiteriana Central de Passos, lugar do qual têm grande carinho devido às muitas marcas na trajetória de vida e ministério.

As participações nos musicais do “Coral Célia Ferreira Borges”, nas peças teatrais da “Companhia de Artes Refletir”, no grupo de louvor, no Conjunto de Adolescentes e Jovens e, a destacar, no “Vozes em Louvor” – que veio marcar o início, como grande incentivador de sua história, todas colaboraram com a trajetória cristã musical do trio. As irmãs lembram, com saudade, dos ensaios para datas comemorativas, realizados na igreja junto de outras crianças, regidos pela missionária Patrícia Dias.

A família, outrora residente em Alpinópolis e participante da Igreja Presbiteriana Independente da cidade, desde 2002, quando mudou-se para Passos, passou a frequentar a Igreja Presbiteriana Central, em que muitas canções autorais dos três álbuns das irmãs nasceram- “Confiança”, “Água-Viva” e “Tua presença”- já gravados e disponíveis nas diversas plataformas digitais (YouTube, Deezer, Spotify, Amazon).

Além do trabalho musical, as irmãs se dedicam à Medicina, outra área em que têm tido a satisfação de levar a Palavra de Deus através deste chamado, fato este inspirado por grandes irmãos na fé e mestres do ensino, também da igreja em que frequentam. “A Central” é uma igreja que edifica e muito abençoa centenas de famílias, como a nossa família, Marinho”, disseram.