Destaques Geral

Roteiros da Fé: Capela São José Operário, 35 anos no Capp

Por Adriana Dias / Da Redação

28 de novembro de 2020

A Capela São José Operário foi fundada em 1985 dentro do Centro de Aprendizagem Pró-Menor de Passos. / Foto: Douglas Arouca

PASSOS – No último dia 17 de novembro o Centro de Aprendizagem Pró-Menor de Passos (Capp) completou 51 anos de fundação, e, a Capela São José Operário, 35 anos de sua inauguração, em 1985. A associação, sem fins lucrativos, atende crianças em contra-turno escolar, mas já serviu como internato e semi-internato, além de oferecer diversos cursos profissionalizantes. Para abrilhantar o vídeo que acompanha este material no clicfolha.com.br, o violonista passense, Celso Faria, tocou ao violão o Estudo em Dó Maior, do francês Napoleon Coste.

Tal qual o músico francês, os idealizadores e fundadores do Capp são irmãos franceses, da Congregação dos Irmãos de São Gabriel e também tiveram apoio de irmãos italianos, indianos e brasileiros ao longo da história. No livro ‘A História dos Irmãos de São Gabriel no Brasil’, editado em 2007, a reportagem pode pesquisar sobre vários aspectos do empreendimento. Para falar sobre a capela, entendemos ser necessário contar um pouco da trajetória da instituição onde ela foi construída.

A Companhia de Maria, composta por padres e irmãos, fundada no início do século 18 por São Luís Maria de Montfort, missionário no oeste da França, fincou suas raízes em Saint Laurent-sur-Sèvre, na Vandéia. Estes irmãos davam apoio a leigos, jovens do campo, surdos, mudos e cegos, conhecidos como Irmãos do Espírito Santo. Em 1853 o nome definitivo e oficial da congregação foi Casa São Gabriel.

A primeira casa no Brasil foi criada em Carmo do Rio Claro, tendo o bispo de Guaxupé, Dom Hugo Bressane de Araújo, em viagem à Itália para visita ao Papa Pio XII, convidando os irmãos para abrirem uma casa no Brasil. O pároco da Matriz de Passos, Monsenhor Messias Bragança foi fundamental para esta aproximação com Passos. Em 15 de janeiro de 1949 foi oficializada a data de fundação da irmandade em Minas Gerais, com a criação do Ginásio Cônego Leopoldo, em Carmo do Rio Claro. Em 1951 a congregação chega também a Cássia, com o Colégio Santa Rita. Já em 1954 abrem o Ginásio Antônio Tôrres, em Bambuí. Em 1968, irmão Natal, o italiano Cesare Lisi funda em Carmo do Rio Claro a instituição Casa Pró-Menor, juntamente com o colégio e onde também funcionou a sede da Associação São Gabriel do Brasil.

Após a mudança de irmão Natal para Passos, em 1969, ele cria uma nova comunidade em Passos, na rua Neca Medeiros – onde atualmente é a Photo Boutique. E, no mesmo ano dá início a criação do Centro de Aprendizagem Pró-Menor de Passos, na rua Ouro Preto, 308. Em 17 de novembro de 1969, em assembleia geral foi criado o estatuto e eleito o médico e educador, Breno Soares Maia, como o primeiro presidente da nova entidade e irmão Natal, como orientador da obra.


O que você também vai ler neste artigo:

  • Capela
  • Nova sede foi inaugurada em 1980

Capela

A capela São José Operário tem capacidade para 120 pessoas sentadas e 30 em pé. Sempre realiza missas uma vez por mês em sábados, às 17h. Logo que a pandemia acabar, as celebrações serão recomeçadas e o pároco responsável é o da Paróquia São José, que no momento é Gledson Antônio Domingos. O santo escolhido para dedicação da capela é São José Operário, em virtude da primeira oficina de aprendizagem do Capp ser de marcenaria, profissão exercida pelo pai de Jesus, conforme a Bíblia Sagrada.

A maioria dos bancos foram doações de fazendeiros e empresários de Passos e, em muitos deles tem uma placa com o nome do doador. No altar, todos os itens foram feitos na marcenaria do Capp. A mesa de celebração, os castiçais, as cadeiras e o crucifixo. Além de São José a capela conta com as imagens da Virgem Maria. Nas paredes laterais tem os quadros com a Via Crúcis, também chamada Via Sacra, que se refere ao trajeto que foi percorrido por Jesus carregando a cruz desde Pretório até ao Calvário, onde faleceu.

O projeto Roteiros da Fé foi idealizado e produzido pela jornalista Adriana Dias, conta com as imagens e filmagens de Douglas Arouca, músicas ao violão de Celso Faria, gravação e mixagem de Denilson César dos Reis e criação do logo de Armando Vidigal. Das 24 igrejas, este é o 21º vídeo e pode ser visto em https://clicfolha.com.br/folhaplay/roteiros-da-fe-capela-sao-jose-operario/


Nova sede foi inaugurada em 1980

 PASSOS – Em 1975 o Capp comprou a metade da Chácara Loulou, que pertencia a Vicente Peixoto. Com a criação do bairro Vila Rica, houve a possibilidade de construção da nova sede. As obras foram iniciadas em 1978, colocando a pedra fundamental onde foi, posteriormente, construída a capela. O novo espaço foi inaugurado em 12 de outubro de 1980 e, a capela inaugurada em 1985.

Em 1980 houve a transferência das meninas do Capp feminino, que funcionava na Neca Medeiros, onde o teto desabou deixando-as desabrigadas. Ao pavilhão feminino foi dado o nome de Dona Oilda Valéria Silveira Coelho, grande benfeitora do Capp. Também tem nomes os pavilhões Dr. Breno Soares Maia, onde ficavam os meninos. Pavilhão irmão Natal, que abriga o refeitório e serviços. Os outros pavilhões não receberam homenagens ainda.

A instituição atualmente funciona na rua Monfort, 10, no Vila Rica e ocupa uma área de 3 hectares. No espaço físico contemplam três pavilhões com área total de 1.600 m2 onde as crianças recebem reforço escolar e três refeições diárias. Em outros cinco pavilhões, com área total de 2.300 m2, os adolescentes recebem orientação e formação profissionalizante. O Capp conta ainda com duas quadras esportivas, campo de futebol, duas quadras cobertas, piscina e um pomar com 5 mil m2. A instituição conta também com a residência dos irmãos, que foi inaugurada em 1984 e, atualmente está alugada para a prefeitura, onde funciona o Caps II – o que gera algumas confusões por conta do nome, mas sempre muito gentilmente explicada pelos zelosos funcionários do Capp.

Conforme a coordenadora pedagógica do Capp, Délvia Cristina Moraes, que está há 19 anos, a instituição já chegou a assistir 400 e atualmente atende 200 crianças e jovens, de 6 anos até 17 anos.

Agora, por força da pandemia, os atendimentos estão restritos. Estamos entregando cestas básicas para as famílias e, em alguns casos os pais trazem os filhos aqui, com horário pré-agendado para darmos apoio pedagógico. Somos o reforço escolar contra-turno. E daqui mesmo já os levamos para as escolas em tempos de normalidade”, afirmou Délvia.

A instituição tem cursos de marcenaria e está liberado para funcionar, durante a pandemia.

Em épocas normais os cursos ofertados são marcenaria, auto-mecânica, costura, tear, informática, música e esportes. São 44 funcionários. Nós temos também uma fábrica de artefatos de cimento, que produz blocos”, contou a coordenadora.

Para Sebastião Faria de Araújo, que é o presidente do Capp, já finalizando seu segundo mandato, sua atuação vem desde 2014.

Sempre morei aqui próximo e vi o Capp ser construído, porém, por força do trabalho me mudei para outro Estado, e, então, ao retornar, me dediquei ao trabalho voluntário, e em 2014 passei a participar da diretoria, e agora estou na presidência”,disse.

Ainda conforme Araújo, vários empresários do setor moveleiro, que gera emprego e rendas para Passos, foram alunos dos cursos do Capp, o que traz muito orgulho para a instituição.

Temos feito várias parcerias ao longo destas décadas e sabemos da importância do Capp para a cidade. A parceria com a prefeitura já vem de longa data, e, atualmente, temos cinco colaboradores qui no Capp. Salientamos as empresas Furnas Centrais Elétricas, da qual participamos de projetos angariando recursos para equipamentos e com a Cemig, além de outras, com projetos que nos proporciona manter e melhorar o atendimento as crianças.Temos parceria com a Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg) oferecendo vagas de estágios em vários cursos. Fizemos também com a Santa Casa para produzirmos os bloquetes para a Cidade da Saúde e do Saber, o que viabilizou a aquisição de um novo equipamento para produzir mais peças. Os blocos são fabricados pelo Capp desde o início da fundação”, afirmou Tiãozinho, como é conhecido.