Destaques Geral

Romaria a Aparecida pode ser cancelada

Ézio Santos / Especial

21 de Maio de 2020

Foto: Divulgação

PASSOS – Pelo quinto ano consecutivo, um grupo de católicos finaliza os preparativos para caminhar, no final do mês de julho, até Aparecida, na região do Vale do Paraíba (SP), porém, a romaria está ameaçada em razão da pandemia do novo coronavírus. O principal motivo é o fechamento do maior santuário do país, o de Nossa Senhora da Conceição Aparecida.

Acredito que até a data de nossa saída de Passos tudo esteja normalizado no Brasil, inclusive a reabertura das igrejas. Do contrário, vamos esperar até o final de agosto. Contudo, se o panorama não mudar até lá, a romaria, neste ano, estará suspensa, porque não tem sentido a gente caminhar por mais de uma semana e não poder nem participar da missa de chegada”, explicou Lázaro Gonçalves Parreira, o Neném, um dos coordenadores dos Romeiros de Maria.

Se houver melhora em relação à pandemia, Neném acredita que mais de 20 pessoas devem ir a pé até Aparecida, porque todas já estão se preparando, como caminhar longa distância.

A data para que confirmemos a romaria para julho é 15 de junho. Se as condições não favorecerem até lá, tentaremos no final de agosto, o prazo derradeiro para nós irmos em 2020”, afirmou.

De acordo com o coordenador geral, o percurso de Passos até Aparecida é de 400 quilômetros. A caminhada ocorre sempre entre 1h da madrugada e 11h da manhã. Do início da tarde até por volta de meia-noite é o período de descanso e alimentação nos pontos de paradas. No fim da tarde do dia da chegada ao santuário, muitos romeiros regressam às suas casas de carro junto com seus familiares que vão buscá-los, ou no ônibus alugado especialmente para levá-los de volta.

Os Romeiros de Maria, grupo formado por católicos de algumas cidades próximas, se juntam no dia seguinte à saída que ocorre em frente à igreja de Santa Rita, em Passos, aos caminhantes em Alpinópolis. De lá, passam por Areado, Serrania, São João da Mata, Pouso Alegre, Paraisópolis, Santo Antônio do Pinhal, e por último Roseira (SP), cidade próxima a Aparecida.

Ao longo dos oito dias do trajeto, os caminhantes contam com uma equipe de apoiadores que levam, em um caminhão, alimentos, água, colchões, roupas de cama, agasalho e acessórios de primeiros socorros. Um ou dois veículos estarão sempre próximos do grupo para o atendimento emergencial de algum romeiro. Os telefones de contato, para quem deseja fazer parte da romaria, são (35) 991 434 967 e 988 830 370.

Santa Rita

Neném revelou que hoje, às 18h, em frente à igreja Santa Rita, em Passos, um grupo de 15 pessoas vai sair a pé com destino a Cássia. A chegada está prevista para a madrugada de sexta-feira, Dia de Santa Rita.

É uma caminhada que nós fazemos todos os anos. Apesar de sabermos que o santuário de Santa Rita de Cássia estará fechado, vamos rezar o terço em algum ponto na entrada da cidade e regressaremos a Passos”, frisou.

Na Sexta-Feira Santa, dia 10 de abril, oito católicos saíram de Passos com destino a Carmo do Rio Claro. Na entrada da cidade, próximo a uma capelinha e à estátua de Jesus Cristo, rezaram o terço em louvor ao Senhor Bom Jesus dos Passos.