Destaques Geral

Repasses do Bolsa Família injetaram R$ 31,8 mi na região

1 de março de 2021

O município com maior valor recebido em 2020 foi Passos. / Foto: Divulgação

PASSOS – Os 27 municípios da região receberam R$31.881.562,00 em repasses do Bolsa Família (PBF) no ano passado, segundo dados do Portal da Transparência da Controladoria-Geral da União. O município com maior valor recebido em 2020 foi Passos, com R$6,5 milhões. Os beneficiários de São Sebastião do Paraíso tiveram R$4,9 milhões e, em Piumhi, o valor chegou a R$3 milhões no ano passado.


Você também pode gostar de: Cidades coirmãs, Bom Jesus e Fortaleza comemoram 58 anos

A média por beneficiário em Passos foi de R$1.911,67 durante o ano de 2020. O município registrou 3.412 famílias beneficiárias, o que representa 3,21% da população. Em São Sebastião do Paraíso, a média por beneficiário no ano foi de R$2.090,35 em 2020. Com 2.382 famílias cadastradas em 2020, o que corresponde a 3,67% da população.
Em Piumhi, o valor médio repassado foi R$1.973,61 e, no ano passado, o município registrou 1.529 famílias beneficiárias, o que representa 4,8% da população.

Em 2019, foram disponibilizados R$29.629.341,00 por meio do Bolsa Família na região, R$2.252.221,00 a menos do que em 2020. O município com maior valor recebido em 2019 foi Passos (R$5.360.424,00). Em seguida veio São Sebastião do Paraíso (R$4.628.139,00) e Piumhi (R$2.978.240,00). De acordo com informações do portal virtual do Bolsa Família e Cadastro Único, Passos fechou o mês de fevereiro com 3.217 famílias beneficiárias do programa, 195 famílias a menos do que em 2020. Ao todo, 10.461 pessoas foram diretamente beneficiadas pelo programa nos dois primeiros meses de 2021.

Dentre as famílias que receberam o Bolsa Família nos meses de janeiro e fevereiro de 2021, 86,7% dos responsáveis familiares (RF) e eram do sexo feminino. Nesse mesmo período, o número de beneficiários equivale a 9% da população do município, abrangendo cerca de 2.079 famílias que, sem o programa, estariam em condição de extrema pobreza. A cobertura do PBF foi de 83% em relação à estimativa de famílias pobres na cidade – essa estimativa é calculada com base nos dados mais atuais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No mês de fevereiro, foram transferidos R$557.404,00 às famílias beneficiárias do Programa em Passos, com uma média de R $173,27 por família.