Destaques Geral

Região tem notificação de zika e casos de dengue cresce 15,3%

Talita Souza

21 de Maio de 2022

Passos registra a primeira notificação de zika; Piumhi é o município da região com mais registros de dengue

PASSOS – Os casos prováveis de dengue na região tiveram aumento de 15,3% durante a última semana. De acordo com o boletim de arboviroses, divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), foram registrados 7.302 casos prováveis de dengue, sete casos prováveis de chikungunya e um óbito por dengue no sudoeste mineiro, até o momento. Além disso, Passos registrou o primeiro caso provável de zika na região.

Piumhi, com 1.522 registros de dengue, continua sendo o município da região com mais notificações da doença. Em seguida vem Passos (1.281), São Sebastião do Paraíso (1.001), Cássia (520) e Delfinópolis (380).

Quanto a chikungunya, os únicos municípios que registraram notificações foram: Capitólio (2), São Sebastião do Paraíso (2), Capetinga (1), Passos (1) e Pimenta (1).

Em comparação com o boletim da semana anterior, Fortaleza de Minas (50%) e Monte Santo de Minas (50%) tiveram maior aumento percentual de notificações de dengue, seguidos por: Itaú de Minas (43,13%), Jacuí (40%), São João Batista do Glória (38,59%), Alpinópolis (33,33%), Claraval (32,95%), São Tomás de Aquino (29,85%), São José da Barra (28%), Cássia (25,91%), Capetinga (22,79%), São Sebastião do Paraíso (20,31%), Pratápolis (19,64%), Delfinópolis (19,12%), Ibiraci (16,67%), Passos (13,87%), São Roque de Minas (11,17%), Nova Resende (9,68%), Piumhi (6,43%), Vargem Bonita (5,56%), Pimenta (4,51%) e Capitólio (0,30%).

Já Itamogi (-13,04%) foi o único município da região que registrou queda no número de casos, enquanto Carmo do Rio Claro e Doresópolis mantiveram os números.


Minas Gerais

Em Minas Gerais foram registrados 64.200 casos prováveis de dengue, sendo 29.711 confirmados, 17 óbitos e 40 óbitos em investigação. Em relação à chikungunya, foram registradas 5.585 notificações, 2.407 casos confirmados e, até o momento, um óbito segue em investigação. Já quanto ao Zika, foram registradas 65 notificações e onze casos confirmados.