Destaques Geral

Região registra queda de temperatura, mas sem previsão de geadas durante a semana

Ézio Santos

20 de Maio de 2022

A força do vento e a nebulosidade foram as principais causas da pouca alteração climática

PASSOS – A expectativa da população da região Sudoeste do estado, de vivenciar o intenso frio em meados desta semana, inclusive com possibilidades de geadas por causa da intensa massa de ar polar chegou ao Brasil desde o último domingo, 15, não se concretizou, conforme estava anunciado nos serviços meteorológicos do país.

Os especialistas revelaram que a força do vento e a nebulosidade nos últimos três dias foram as principais causas da pouca alteração nas mudanças climáticas, em relação à atual época do ano.

Mesmo assim, a chance dos dois fenômenos ocorrerem nesta sexta-feira, 20, e amanhã, ainda persiste. Porém, a partir deste domingo, 22, a temperatura pode aumentar gradativamente. “Realmente houve uma reviravolta repentina no clima aí no Sudoeste de Minas Gerais, porque a previsão era de geadas nas madrugadas de quarta-feira e quinta-feiras. Se ocorreram, foram em pontos isolados e com baixo volume de orvalho densamente congelado. Amanhã (hoje) e sábado ainda será possível ocorrer o fenômeno, mas com menos intensidade. Não há previsão de chuvas”, explicou Claudemir Azevedo, do 5º Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) de Belo Horizonte.

De acordo com Maria Gabriela de Queiroz, professora universitária em Passos, responsável pelas análises diárias dos instrumentos climatológicos da Estação de Monitoramento Meteorológico (EMM) do Inmet do núcleo regional da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg), a temperatura registrada nas primeiras horas da manhã de ontem foi de 7,6°C, enquanto que, na quarta-feira, 18, os termômetros marcaram, 5,6°C entre 6h e 7h.

Pelos números informados, para a população do Sudoeste mineiro o frio não foi tanta a surpresa comparando-se com a época do ano, porque a estação outono ainda não se findou. Normalmente as temperaturas máximas ficam entre 15°C e 20°C.

Sem as geadas, os agricultores evitaram perdas. É que o inverno nem começou e por isso podem ter surpresas nos próximos dias, e em junho, segundo as previsões meteorológicas. Entre a população urbana, as noites de quarta e quintas-feiras exigiram bons agasalhos. Ao longo do dia, principalmente ao amanhecer e anoitecer, o uso de roupas de inverno rigoroso como jaquetas de couro, casacos, blusões especiais, além de luvas, gorros, meias de tecidos quentes e cachecóis, que são considerados os acessórios mais comuns.

Em meados de 2021, Passos registrou a temperatura mais baixa dos últimos 50 anos, quando os termômetros registraram quase três graus negativos.

O resultado foi a geada que comprometeu bastante a produção de algumas culturas como legumes, verduras, café, banana e pastagem, com reflexos negativos sendo contabilizados ainda neste ano. Até os cinco primeiros meses de 2022, esse tipo de fenômeno da natureza não causou nenhum prejuízo às lavouras.